segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Até onde vai minha paciência...

Em alguns dias eu chego a receber umas 5 mensagens de uma operadora de telefonia móvel chamada "TIMganei". Sem solicitar, é óbvio. Não são mensagens importantes, é óbvio. As mensagens são cobradas, é óbvio!

domingo, 26 de dezembro de 2010

Mais presentes de Natal

Meu Natal foi muito bom. Teve muita carne e salada no almoço com a família e uma tremenda soneca à tarde. Hoje começa a nova série de "Trato Feito", no History Channel. Gosto de ver gente lutando para ganhar dinheiro e que vive do próprio trabalho.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Que zica é esse país!

Estou fazendo meu tcc da pós-graduação e fiz uma pesquisa no site do Amazon, a maior livraria online do mundo, e verifiquei o preço de um livro importado. Não sabia se este livro tinha tradução nacional e pelo sim, pelo não, resolvi checar o site da Saraiva. Já tem. Só que o preço, em moeda nacional, é três vezes maior. Como dizia Paulo Francis, pagar imposto neste país corresponde à doação, porque não há serviço correspondente.

sábado, 11 de dezembro de 2010

O tipo de vida que não me serve

As aulas da minha pós-graduação às sextas à noite para mim são um prazer depois de trabalhar e fazer musculação.
Apesar de me dar bem com os colegas da pós-graduação, sempre sento na frente porque não gosto do burburinho e das conversas paralelas do grupo. À medida que o tempo passa logo em seguida começa o coro de bocejos e suspiros, típico de quem está ali só para cumprir horário.
De fato, muitos vêem o curso como um martírio insuportável e não uma oportunidade de aprender, que deveria ser algo prazeiroso.
Se fosse também assim pra mim, com certeza eu ficava em casa!
 

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Até quando?

O lúcido colunista Luís Carlos Prates escreveu um artigo sobre o Rio Grande do Sul, está aqui: Até quando?
Cada vez mais me convenço que o Rio Grande do Sul se parece mais com uma república de bananas do que um estado europeu dentro do Brasil.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Drogas nas Forças Armadas e princípio da insignificância

Há um tempo atrás critiquei as decisões do Supremo Tribunal Federal que admitiam a aplicação do "princípio da insignificância" nos crimes de consumo de drogas por parte de efetivos das Forças Armadas do Brasil. De fato, sequer é inadmissível a ideia de um integrante das forças policiais e militares, possa sair impune de um crime tão nefasto para a credibilidade de uma instituição baseada na hierarquia e disciplina.
As ações das Forças Armadas, das polícias federal e estadual contra as drogas no Rio de Janeiro são exemplos que não cabia a aplicação do princípio da insignificância no que diz respeito ao consumo de drogas de seus efetivos.
Se assim fosse, que moral teriam para reprimir o tráfico de drogas  nas favelas do Rio?
Felizmente as decisões do Supremo Tribunal Federal, depois de algum vacilo, não estão mais admitindo o princípio da insignificância nestes casos.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Propaganda de aumotóveis

Elas me dão nojo. Dão a ideia de que o sujeito não deve trabalhar para ser feliz na vida. Isso tem um nome. É uma manifestação do subconsciente do marqueteiro que fez o comercial.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Riscos do populismo

O povão gosta de um líder inspirado e carismático. Enquanto tudo vai bem, enquanto as coisas dão certo, uma liderança pessoal e amada pelo povo é sempre uma maravilha. Mas, como todos sabem, as pessoas não são eternas, não importa se alguns destes líderes populistas mandam mumificar seus corpos. Assim, com o desaparecimento destes líderes, como ficam as instituições democráticas? O jornalista Eduardo Van der Kooy, do jornal argentino Clarín, escreveu após o falecimento do ex-presidente argentino Nestor Kirschner: "Un país que parece condenado a vivir entre la tragedia y el drama”.

domingo, 24 de outubro de 2010

Pedagogia do fracasso

Se as coisas não estão indo bem na sua vida, se você acumula vários fracassos, vale aprender a lição. Veja este vídeo. Vale a pena!

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

A onda verde foi só modismo

Onda verde só não basta. É moderno. É chique. É importante. Mas não basta.

Marina é uma pessoa cuja trajetória de vida merece a admiração e o respeito de todos. De fato, não é simples uma pessoa se alfabetizar aos quinze anos, começar a trabalhar como doméstica e eleger-se Senadora da República. Marina, sem dúvida, é uma Vencedora.

Acontece que é impossível deixar de reconhecer que as verdadeiras forças políticas nacionais resume-se ao PSDB e ao PT. Os outros partidos foram diminuindo de tamanho à medida que passaram a defender interesses paroquiais, fisiológicos e corporativistas.

Realmente, é impossível de deixar de concluir que o voto na Marina foi da classe média que encantou-se com sua educação, elegância e à preocupação com o meio-ambiente, dando um aspecto moderno às suas vagas propostas.

Mas em termos práticos e realistas, é totalmente inviável conceder a administração do país a um partido nanico, cheio de gente folclórica, oportunista e sem nenhuma estrutura.

Com efeito, a eleição começou agora e os debates obrigatoriamente abrangerão temas muito mais indigestos, como reforma tributária, reforma política, papel do Banco Central, saúde, educação, assuntos que não entusiasmaram os que aderiram à “onda verde”, e querendo ou não terão que optar por Serra ou Dilma.

O Brasil merecia mesmo o segundo turno.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Caso Roriz: é a Constituição, idiota

A solução para o julgamento do ex-governador Joaquim Roriz é muito simples.  A votação pela inconstitucionalidade da Lei da Ficha Limpa não alcançou a maioria, visto que houve empate de cinco votos a cinco no Supremo Tribunal Federal. Por sua vez, a Constituição Federal exige que para uma lei seja declarada  inconstitucional, a maioria dos votos do tribunal deve manifestar-se neste sentido. Não alcançada a maioria, como no caso presente, segue valendo a Lei da Ficha Limpa.
Basta aplicar a Constituição. Ou não?

Origem da palavra candidato

Acompanhei algumas partes o voto de alguns ministros do Supremo Tribunal Federal que votou a ação do ex-Governador Joaquim Roriz. Foram votos longos, prolixos, cheios de divagações a ponto do ouvinte perder a linha de raciocínio. Em suma algo extremamente tedioso.
Mas uma das poucas partes que me chamaram a atenção foi o fato que um dos ministros lembrou que a origem da palavra candidato tem o significado de cândido, honesto, puro...Cruzes! A que ponto chegou a política!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Campanha eleitoral é de doer!

Campanha eleitoral é coisa triste mesmo.
De um lado, vê-se casos evidentes de conhecidos candidatos recebendo "doações" de "simpatizantes", cuja contrapartida será cobrada mais adiante. Por outro lado, desconhecidos candidatos que apelam para o patético, o inusitado, na esperança de chamar a atenção do eleitoral. Hoje vi um cartaz de um sujeito candidato a deputado que dizia: "ajude a eleger nosso Obama!".
Isso sem falar nos desempregados que fazem bandeiraços e os  carros de som que tumultuam o trânsito e infernizam a vida das pessoas.

domingo, 19 de setembro de 2010

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Vergonha II


Achoque censuraram o vídeo que coloquei neste blog de um palhaço que concorre a deputado federal. Eis a nova versão, sem o vídeo e sem mencionar o nome do candidato.  O post original tinha este texto:
O sujeito já está eleito. Calcula-se que fará um milhão de votos para a cadeira de deputado federal. E o pior é que os  eleitores que votam nestes tipos, são os mesmos que se queixam das falcatruas da política, da carga tributária, das escolas públicas que vivem em greve...cada povo tem os políticos que merece!

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Nova sistemática do agravo de instrumento, ainda bem!

Apesar dos avanços do processo eletrônico, a Justiça sofre impiedosamente com a burocracia. Que o diga o famoso recurso de instrumento, que obriga o advogado a tirar cópias e mais cópias do processo e remeter o processo ao tribunal de justiça para rever uma decisão da instância de primeiro grau. Não raro o recurso era rejeitado "ante a falta da cópia da intimação da decisão que impugna o agravante".
Outro suplício acontecia quando o advogado milita numa comarca distante da capital e era obrigado a deslocar-se apenas para tirar cópias do processo no tribunal de justiça com o fim de remeter o recurso ao Supremo Tribunal Federal ou a algum tribunal superior.
Eu já postei neste blog sobre a frustração diante desta sistemática arcaica, burocrática e desigual para todos que militam na área do direito.
Pois hoje soube no twitter que a legislação brasileira deu um passo importante para modernizar o recurso do agravo de instrumento, segundo o site do STF, "A nova lei altera dispositivos do Código de Processo Civil (Lei 5.869/1973) e estabelece que o agravo não precisará mais ser protocolado separadamente da ação principal, como é atualmente. Agora o agravo será apresentado nos autos já existentes, sem a necessidade de se tirar cópias de todo o processo [instrumento] para anexar ao agravo e iniciar novo trâmite."
Sem dúvida trata-se de um passo importante para modernizar e desburocratizar nossa justiça.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Admirável mundo novo

Encerrei o expediente com a alegria e satisfação de um feriadão. Missão cumprida! Mesmo? Abri meu twitter e acabo de saber que o Município de Pelotas foi condenado a construir um CAPSi-Centro de Apoio Psicológico Infanto-Juvenil. Com o avanço da tecnologia, parece que não existem mais feriados.  Já sei o que vou ter que fazer quando retornar ao trabalho!

domingo, 29 de agosto de 2010

Armadilhas monetárias

A grande armadilha de uma mulher que enriquece no casamento-e segue rica na separação-graças à uma generosa pensão do abonado ex, é que embora nada lhe falte em termos materiais, ficam faltando duas coisas essenciais para aguentar o tédio da vida: o trabalho e uma relação promissora.
Há quem prefira que seja assim, mas pelo que se ouve dessas mulheres durante as baladas, quando as generosas doses etílicas derrubam o orgulho e as expõem à sinceridade, parece que nestes casos o dinheiro é apenas o ouro de tolo, ou da tola!

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Inacreditável

Certo. É democracia. Todos tem direito à liberdade de expressão.
Mas convenhamos, um palhaço aparecer no horário gratuito pedindo voto e dizer que não sabe o que faz um deputado, mas depois de eleito contar é um verdadeiro deboche. Apenas para esclarecer, não quero ofender ninguém, usei a palavra palhaço porque o candidato é palhaço de profissão mesmo.
É óbvio que receberá uma avalanche de votos, eu imagino. Mas aí palhaço mesmo é quem vota, pois se por um lado reclamam que no Brasil se paga imposto até para pensar, por outro elegem estes tipos que estão aí para fazer deboche com o dinheiro do contribuinte.
O mesmo vale para a "mulher-pera", "mulher-melancia" e todos os cacarecos que andam por aí...

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Voltei a ler

O excesso de leitura de livros da minha profissão às vezes asfixia minha cabeça. Nada melhor que fazer incursões literárias em outros campos do saber. Estou lendo Poesia de Álvaro de Campos, de Fernando Pessoa. O autor tinha uma personalidade melancólica, morreu cedo, de cirrose hepática, aos 47 anos. Até agora, o texto que li que melhor reflete a sua personalidade é o famoso Lisbon Revisted:


Não: não quero nada.
Já disse que não quero nada.

Não me venham com conclusões!
A única conclusão é morrer.

Não me tragam estéticas!
Não me falem em moral!
Tirem-me daqui a metafisica!
Não me apregoem sistemas completos, não me enfileirem conquistas
Das ciências (das ciências, Deus meu, das ciências!)
Das ciências, das artes, da civilização moderna!

Que mal fiz eu aos deuses todos?

Se têm a verdade, guardem-na!

Sou um técnico, mas tenho técnica só dentro da técnica.
Fora disso sou doido, com todo o direito a sê-lo.
Com todo o direito a sê-lo, ouviram?

Não me macem, por amor de Deus!

Queriam-me casado, fútil, quotidiano e tributável?
Queriam-me o contrário disto, o contrário de qualquer coisa?
Se eu fosse outra pessoa, fazia-lhes, a todos, a vontade.
Assim, como sou, tenham paciência!
Vão para o diabo sem mim,
Ou deixem-me ir sozinho para o diabo!
Para que havemos de ir juntos?

Não me peguem no braço!
Não gosto que me peguem no braço. Quero ser sozinho.
Já disse que sou sozinho!
Ah, que maçada quererem que eu seja de companhia!

Ó céu azul  o mesmo da minha infância ,
Eterna verdade vazia e perfeita!
Ó macio Tejo ancestral e mudo,
Pequena verdade onde o céu se reflecte!

Ó mágoa revisitada, Lisboa de outrora de hoje!
Nada me dais, nada me tirais, nada sois que eu me sinta.
Deixem-me em paz! Não tardo, que eu nunca tardo...
E enquanto tarda o Abismo e o Silêncio quero estar sozinho!

domingo, 8 de agosto de 2010

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Monumento à tolerância e a democracia

Uma mesquita seria construída em Nova York, a duas quadras do "Ponto 0", local onde as Torres Gêmeas foram atacadas, em 11 de setembro de 2001. A ideia enojou alguns membros do Partido Republicano, eleitores e parentes das vítimas de 11 de setembro.

Afora o lado político, o Prefeito Michael Bloomberg afirmou que Nova York é a cidade mais livre do mundo e os proprietários do imóvel tinham o direito de transformar o local num templo. "O governo não tem o qualquer direito de negar qualquer direito", afirmou Bloomberg. A comunidade local aprovou a construção da mesquita.

A decisão foi aplaudida pelo editorial do New York Times. "A decisão reafirmou um dos pilares de uma democracia: a tolerância religiosa." Prossegue o editorial: "ao invés de dar razão às vozes raivosas, muitas delas de candidatos republicanos que querem  se promover,  não era a coisa certa a fazer, era a única coisa a fazer." Acrescentou: Algumas famílias das vítimas dos ataques, a quem merecem nosso respeito e simpatia, não se conformam com a (construção da) mesquita. Mas seria um grande desserviço à memória dos seus entes queridos dar razão ao medo  que os terroristas queriam criar e assim abandonar os princípios de liberdade e tolerância."

É uma pena que não são todos que pensam assim!

terça-feira, 3 de agosto de 2010

É difícil inovar e crescer no serviço público

Cheguei à conclusão de que desenvolver um dom especial na profissão sendo funcionário público é impossível. A razão disso é que se o sujeito toma a iniciativa de uma atividade inédita no serviço público, algo imprescindível para o desenvolvimento, corre o risco de se não der certo ter que responder por isso. Por outro lado, se não fizer nada, nada lhe acontecerá, porque não haverá prejuízo por responder. Quanto se deixa de crescer profissionalmente em função da burocracia!

domingo, 1 de agosto de 2010

E a propaganda eleitoral voltou...

Jingles infames, incômodo para os ouvidos, música na hora do repouso. Poucas coisas são tão desagradáveis para a tranquilidade quanto uma campanha eleitoral.
Pois é. Estou agora no intervalo da leitura dos informativos do STF/STJ e recém ouvi uma música chata e repetitiva que vinha da rua, só consegui identificar uma frase: "para deputado federal..."
Sim, ela está de volta. A propaganda eleitoral voltou. Aguentemos até o último domingo de outubro. No osso do peito.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Sendo curto e grosso

Adolescente ou universitário que vai à aula vestindo a camisa do time depois de uma vitória, até que passa, afinal está numa fase de afirmação de sua personalidade.
Já funcionário público que vai trabalhar usando a camisa do clube na repartição é o fim da picada. Serviço público é lugar para trabalhar e servir à população e não exibir sua individualidade.
E funcionário público que vai trabalhar usando a camisa do clube na repartição e a bandeira do Rio Grande do Sul nas costas, profanada com o escudo do seu time, é caso de internar no hospício!

sábado, 24 de julho de 2010

A mulher moderna

Ninguém mais duvida que mudou o papel da mulher na sociedade de hoje. Antes, eram criadas para casar e ter filhos com o marido "até que a morte os separem". Com o advento do divórcio civil, as mulheres puderam se separar dos maridos, sem precisar morrer. Muito recentemente, foi introduzida uma mudança na Constituição, facilitando ainda mais o divórcio, pois antes era necessário fazer a separação judicial e esperar dois anos. Portanto, já é possível casar na sexta-feira e se divorciar no dia seguinte, ou melhor, ainda não, porque teria que esperar o fórum abrir na segunda-feira. Assim, o plano de vida das mulheres, como disse uma colega de trabalho, reproduzindo uma citação de Martha Medeiros, pode ser resumida assim: "vou casar, me separar e ser feliz".

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Rigor no direito

Mais um capítulo da história das gurias ricas, bonitas e problemáticas.
A bonita da vez é Lindsay Lohan, que por ter violado a liberdade condicional por ter dirigido embriagada foi mandada para passar uns dias na prisão.
Prestaram atenção? O crime foi por dirigir embriagada, um costume tão comum entre pessoas bacanas que saem das festas, num país que muito bem conhecemos!
De fato, nos Estados Unidos malandro não tem moleza, não importa a classe social, sexo ou nome da família. Há inclusive o castigo extremo da pena de morte, há pena de trabalhos forçados e aqueles que são presos são mostrados ostensivamente na mídia com algemas, o que é proibido pelo Poder Judiciário do Brasil, sempre obstinado na proteção dos direitos individuais.
E o resultado é o que vê por aí, quem tem dinheiro para contratar um advogado estudioso das decisões dos tribunais, após vários recursos, acaba se livrando solto. Já o pobre, coitado, ficará à mercê das decisões dos juízes das instâncias inferiores.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

O fim está próximo!

Nossa! Não achava que isso ia acontecer tão rápido. Tenho que admitir, acho mesmo que estou ficando velho e não consigo mais acompanhar a evolução tecnológica.
Refiro-me ao relatório da Amazon.com, conhecida loja de vendas online dos Estados Unidos, que informou que a venda livros digitais no último semestre superou a de livros convencionais. Segundo o relatório, para cada 100 livros de papel vendidos, foram comercializados 143 obras em formato digital.
Qual é o significado deste resultado? Significa que é o princípio do fim para o livro de papel. Já aconteceu com os discos no formato long-play, que viraram CDs e agora foram substituídos pelos mp3. 
É claro que não faltará quem diga "o que tenho a ver com isso, prefiro livro de papel e pronto." Acontece que não vai demorar muito tempo para ficar difícil encontrar os títulos de livros no formato de papel. Já posso prever a situação em que ao ir a uma livraria, a funcionária dizer: "esse título só temos no formato digital". Não deve ainda ser esquecido o apelo ecológico, pois um livro no formato digital tem o custo ecológico zero, diferente de uma folha de papel, que se origina de uma árvore. Por fim, acho que o preço será mais convidativo.
Realmente, o fim está próximo. Hoje num dia de chuva, fui a uma livraria, pesquisei as prateleiras e comprei "Os Escravos", de Castro Alves. Trata-se de um prazer perto do fim. É triste.   

terça-feira, 20 de julho de 2010

A vida virou um grande contrato

Estou com vontade de vomitar.
Recém li sobre uma nova profissão que está surgindo: o personal friend. De fato, além do personal trainer, personal stylist, personal isso e aquilo, apareceu a novidade do personal friend. O negócio funciona assim: pessoas que não têm companhia para ir a um jantar, uma formatura ou simplesmente passear num shopping contratam uma pessoa, normalmente extrovertida e bem apessoada, que cobra em média R$ 150,00 a hora. Uma coisa deve ficar bem clara: não se tratam de serviços sexuais. Dizem que nunca falta cliente.
Agora, cá para nós, qual é o problema do sujeito ir a um jantar, formatura ou passear sozinho? É medo de passar vergonha? É problema com a autoestima? Então vale mais a pena fingir e pagar para ter uma "companhia"?
Isto só mostra o quanto que a vida ficou vazia, porque as pessoas não se relacionam, não conversam, temem sofrer decepções futuras. A vida ficou superficial, já que a pessoa faz questão de pagar para parecer para os outros que é uma pessoa "normal", que tem companhia para passear. Por fim, a vida virou um grande comércio, uma relação contratual, uma vez que para desfrutar de qualquer coisa prazeirosa hoje em dia, tem que enfiar a mão no bolso!
Eca! 

domingo, 18 de julho de 2010

Injustiça com Fernando Henrique Cardoso

É triste o tratamento que os candidatos estão dispensando a Fernando Henrique Cardoso. Por certo, seu governo houve erros, corrupção, crise econômica, como vários presidentes que o antecederam. 
Mas também esqueceram o legado da estabilidade econômica, a Lei da Responsabilidade Fiscal e a origem de vários programas sociais, tal como o bolsa-família, na época, chamado bolsa-escola. 
De fato, antes de Fernando Henrique assumir o ministério da fazenda, o país viveu à beira da convulsão social durante décadas, em virtude da perda do poder aquisitivo do salário do trabalhador frente à inflação. 
Já na Presidência de Fernando Henrique Cardoso, o país mostrou severas limitações quanto a manutenção da estabilidade econômica, face aos defits dos orçamentos da União, Estados e Municípios e como o câmbio era o único instrumento possível para evitar que a inflação disparasse, obrigava o governo a manter os juros na estratosfera. Fato é que durante gerações o desequilíbrio das contas públicas era mascarado pela ciranda financeira da inflação. 
Assim,  foi preciso copiar a legislação dos países mais adiantados e criar a lei de responsabilidade fiscal, que pune com cadeia o governante irresponsável.
Portanto, tudo que se vê hoje, é o resultado do que foi plantado na era FH. 
Se os atuais candidatos a presidência desprezam o legado de Fernando Henrique Cardoso, é uma lástima, mas desejo a eles, se eleitos, que façam melhor. 

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Argentina aprova casamento entre pessoas do mesmo sexo

Após meses de intensa batalha contra a Igreja e grupos conservadores, depois de 15 horas de debates no senado, a Argentina aprovou a lei que autoriza o matrimônio entre pessoas do mesmo sexo.
Alguns meses atrás, como já noticiado por este blog, juízes argentinos vinham autorizando o matrimônio homossexual ao entender que a exigência de pessoas de sexos diferentes para contrair casamento feria o princípio da igualdade de todos perante a lei.
Não há dúvida, o debate vai chegar logo ao Brasil. Qual será a posição do Congresso Nacional? Haverá plebiscito?
A única certeza que é que o debate será tão intenso quanto a Lei do Divórcio, nos idos de 1977.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Admirável mundo novo

Alguém imaginou que um dia alguém ia oferecer algo de graça e lucrar com isso?  É o que o Google vive fazendo com o Blogger e o Orkut. Neste último, qualquer um pode criar um perfil de graça e a medida que seu perfil for aberto, um terceiro lerá a publicidade veiculada, e adivinhem quem lucra com isso?
Viva a tecnologia! 

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Mais uma vez tentam regulamentar os blogs.

A ideia de "regulamentar" a internet é sempre um assunto que me causa calafrios, pois quase sempre se trata de um jeito de limitar a liberdade deste ágil meio de comunicação. Não raro, a ideia vem de pessoas que pouco ou nada entendem de internet e viveram seus melhores anos na época da ditadura militar, tempos do "não-pode-porque-não-pode".
Segundo o Olhar Digital, a lei obriga todo o blog a ser moderado pelo autor, responsabilizando-o pelo conteúdo do comentário anônimo. Ocorre que já é pacífico nos tribunais que todo o proprietário de blog que publica comentários anônimos que difamam, caluniam ou injuriam terceiros é responsável civil e criminalmente pelo conteúdo.
Isto não significa que o comentário anônimo sejam proibido, deve apenas ser moderado pelo autor do blog para evitar consequencias no judiciário.
Por fim, foi divulgado que  o proprietário do blog deverá registrar seus dados no registro.br, do Comitê Gestor da Internet no Brasil. Acontece que o Comitê Gestor da Internet no Brasil registra domínios e cobra para tanto. É perfeitamente aceitável uma empresa querer registrar e pagar por um domínio por razões comerciais e de segurança. Mas é um absurdo cobrar o registro do blog de um adolescente que o faz como se fosse um diário. Não deve ser esquecido que um blogueiro, na grande parte dos casos, é um artista, seria o mesmo que cobrar de um pintor para autorizá-lo a fazer uma tela. Sem dúvida, é uma tentativa de limitar a liberdade de expressão.

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Caso Bruno

A Seleção Brasileira perder uma copa do mundo é sempre triste, mas talvez  a  Copa da África do Sul tenha sido a mais melancólica de todas, pois começamos na esperança de conquistar o título, perdemos o jogo das quartas de final por bobagem e terminamos com o país chocado com um crime brutal. 

terça-feira, 6 de julho de 2010

Se não é possível resolver um problema "esqueça" e a solução aparece

Notei que uma chave havia desaparecido depois de fazer uma breve viagem.
O primeiro lugar que procurei, é claro, foi no molho de chaves da minha casa. Não estava. Tentei a mesa da sala. Nada. Lembrei que só podia ter sido esquecida na mochila. Abri a mochila, virei do avesso, sacudi e nada de achar a chave. Desisti. Perdi a chave noutra cidade. O que será que estão fazendo com ela a essa altura? Será que algum ladrão vai arrombar minha casa com ela?
Desisti desses pensamentos sombrios e resolvi fazer uma coisa no centro, não lembro mais que coisa era, mas tinha que ser feita. Esqueci da chave e dos pensamentos ruins.
Distraído caminhando pela rua, notei uma chave pendurada na frente do bolso da calça de uma mulher. De repente, veio o estalo, eu não tinha procurado no bolso da calça que viajei!
Cheguei em casa e não deu outra, a chave estava lá no bolso da calça que fui viajar!
Aprendi que não vale a pena se torturar demais com problemas, é preciso dar um descanso para a cabeça e fazer outras coisas necessárias e sem querer, a resposta vem, da forma mais inesperada!

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Estudante não é "cliente"!

Depois de ler este artigo, o qual noticia sobre uma professora que foi vítima de ciberbullying, por mais antipático e antiquado isso possa parecer, acho que o Código de Defesa do Consumidor deveria ser aplicado com restrições em relação aos estudantes, principalmente de escola particular.
Acontece que na era dos direitos, principalmente na era do Código de Defesa do Consumidor, quando "o cliente sempre tem razão", os papéis de professor e aluno se inverteram. O professor passou a ser equiparado a um serviçal qualquer e o aluno, a quem não raro os pais negligenciam na educação, passou a ser visto como cliente. Assim, os estudantes se sentem no direito de reclamar, agredir e humilhar os professores na sala de aula. Tratam-se de situações que não raro terminam na delegacia de polícia. Os adeptos da "pedagogia do amor" lamentam, porque não se educa dentro de uma delegacia, podem ter razão, mas se nem a família pode com eles, tampouco poderá um professor, visto que agora é tratado como um empregado qualquer.
Meu profundo respeito por aqueles que ainda hoje abraçam a profissão do magistério.

sábado, 3 de julho de 2010

Paris Hilton e a Seleção Brasileira

Image via Wikipedia
Photo of Paris Hilton, to use in a userboxQuase tão triste quanto a nossa derrota para a Holanda, foi a notícia de que a socialite americana Paris Hilton foi presa em Porto Elizabeth  por posse de maconha, logo após assistir ao jogo Brasil e Holanda. Escrevi "quase" já que ela é reincidente e passou uns dias na cadeia por dirigir embriagada nos Estados Unidos, ou seja, Paris Hilton é incapaz de aprender com os erros! 
Mas, de fato é triste ver uma mulher linda, rica e por ser desmiolada, colocar tudo a perder. Parece a seleção brasileira!
Enhanced by Zemanta

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Abriu a porteira!

O Supremo Tribunal Federal concedeu liminar ao Senador Heráclito Fortes (DEM-PI), suspendendo a aplicação da Lei da Ficha Limpa.
O Senador, condenado pelo Tribunal de Justiça do Piauí por conduta lesiva ao patrimônio público não poderia concorrer de acordo com a Lei da Ficha Limpa.
Contudo, sob o argumento que a ação não poderia ser julgada antes do prazo do registro das candidaturas, o Ministro Gilmar Mendes suspendeu a aplicação da Lei da Ficha Limpa em favor do Senador Heráclito Fortes (DEM-PI), autorizando-o a concorrer no próximo pleito.

terça-feira, 22 de junho de 2010

Volta a Idade Média

Um tribunal não receber um recurso pelo fato de não haver cópia  xerox da "certidão de intimação da decisão" é o fim do mundo. Se há dúvidas sobre a tempestividade do recurso, que olhe nas informações processuais, coisa muito fácil na era da Internet.
Assim, se por um lado, badala-se a aceleração do processo virtual; por outro, a exigência de formalidades e documentos, muitas vezes difíceis de se obter nas comarcas do interior, tornam-se cada vez mais  rigorosas.
Não analisar um recurso por causa de uma formalidade é mesmo ridículo. Trata-se de prestigiar a forma em detrimento do conteúdo, algo típico do direito.
Por sua vez, os tribunais de justiça, que vivem na era do papel, grampo e carimbo alegam que  "a juntada dos documentos é responsabilidade da parte."
É o belo mundo do Direito.

domingo, 20 de junho de 2010

Brevissíma análise sócio-econômica de uma vuvuzela

Notei que no meu condomínio os que tocam as vuvuzelas são os inquilinos.
Os proprietários tem que aguentar...
E pra frente Brasil...

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Não se diz mais "pagar"

Quando um caloteiro resolve pagar o que deve, não se diz mais que vai  limpar o nome, e sim vai promover um encontro de contas
Chique não?

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Trabalho

Gosto de trabalhar, afinal, não há outro jeito. É o lugar onde passamos os melhores anos de nossas vidas. No mundo moderno, às vezes convivemos mais com nossos colegas de trabalho do que os cônjuges. Assim, há outro jeito se não gostar? Se não gostar do trabalho  que se faça por idealismo, afinal viver no ócio é um dos piores males que existem.
Mas, de fato, nem sempre temos um dia tranquilo no trabalho. Pensando nesses dias, li este email que recebi este email de uma amiga, que resolvi dividir:

DIFERENÇAS ENTRE PRESÍDIO E TRABALHO'.....

PRESÍDIO
Você passa a maior parte do tempo numa cela 5x6m.

TRABALHO
Você passa a maior parte do tempo numa sala 3x4m.
_____________________________________________________
PRESÍDIO
Você recebe três refeições por dia de graça.

TRABALHO
Você só tem uma, no horário de almoço, e tem que pagar por ela.
_____________________________________________________
PRESÍDIO
Você é liberado por bom comportamento.

TRABALHO
Você ganha mais trabalho com bom comportamento.
______________________________________________________
PRESÍDIO
Um guarda abre e fecha todas as portas para você.

TRABALHO
Você mesmo deve abrir as portas, se não for barrado pela segurança por
ter esquecido o crachá.
_____________________________________________________
PRESÍDIO
Você assiste TV e joga baralho, bola, dama...

TRABALHO
Você é demitido se assistir TV e jogar qualquer coisa.
_____________________________________________________
PRESÍDIO
Você pode receber a visita de amigos e parentes.

TRABALHO
Você não tem nem tempo de lembrar deles.
_____________________________________________________
PRESÍDIO
Todas as despesas são pagas pelos contribuintes, sem seu esforço.

TRABALHO
Você tem que pagar todas as suas despesas e ainda paga impostos e taxas
deduzidas de seu salário, que servem para cobrir despesas dos presos..
_______________________________________________________
PRESÍDIO
Algumas vezes aparecem carcereiros sádicos...

TRABALHO
Aqui no trabalho, carcereiros usam nomes específicos: Gerente,
Diretor, Chefe...

_______________________________________________________

PRESÍDIO
Você tem todo o tempo para ler piadinhas.

TRABALHO
Ah, se te pegarem...
_______________________________________________________

TEMPO DE PENA
No presídio, eles saem em, no máximo, 15 anos.

No trabalho você tem que cumprir 35 anos, e não adianta ter bom comportamento.
_______________________________________________________

Agora...vamos trabalhar!

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Mais fraudes em concursos

Ao mesmo tempo que as notícias de fraudes em concursos tornam-se cada vez mais corriqueiras, diminui meu entusiasmo ter que encarar um novo concurso.
Desta vez, segundo a Polícia Federal, as fraudes aconteceram em concursos da Polícia Federal, da Receita Federal e da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).
Assim, fazer o quê, já que meu trabalho paga pouco. Advogar, nem pensar. Não levo jeito para captar clientes.
Por outro lado, se não sou bom na advocacia, eu gosto de estudar.
Assim, é possível usar o que estudei num...concurso!
Vamos em frente e confiar que Polícia Federal e a Justiça façam seu trabalho.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Pátria das chuteiras

Blogo há quatro anos e já escrevi inúmeras vezes o quanto me enoja o sentimento nacionalista de um país se resumir a uma Copa do Mundo. Dito isto, gostaria de compartilhar esta foto tirada da sacada do prédio onde moro. O que é mais importante? Ter o melhor time de futebol ou o índice de educação, saúde, desenvolvimento humano do mundo?
Enfim, como pertenço a este mundo, assisti, como todo o mundo, a estreia da Seleção Brasileira. O time precisa melhorar. Mas o país precisa melhorar muito mais!
Posted by Picasa

domingo, 13 de junho de 2010

Homenagem ao Brasil Cabloclo


A lei do Estado de Tocantins que criou 35.000 cargos em comissão, talvez o maior trem da alegria que se tem notícia da história do país, foi julgada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal.
Com o fim de não comprometer a prestação dos serviços públicos, levando-se em conta que este número de cargos representa mais de cinquenta por cento do número total de funcionários daquele Estado, o Supremo Tribunal Federal modulou os efeitos da decisão, determinando que seja realizado o concurso no prazo de um ano para substituir os cargos em comissão.
Enfim, fez-se justiça, e em homenagem ao registro do império do Brasil Caboclo que ainda vigora em algumas regiões do país, resolvi colocar este vídeo de Odorico Paraguaçu.
Brasil Caboclo, nunca mais!

quinta-feira, 10 de junho de 2010

As últimas do Brasil Caboclo

Curiosamente, algumas notícias do Brasil Caboclo não chegam até nós através da mídia tradicional.
Hoje, ao ler as últimas notícias do Supremo Tribunal Federal, descobri que uma lei estadual do Estado do Tocantins criou inacreditáveis trinta e cinco mil cargos em comissão.
Para se ter uma idéia da imoralidade, o Estado do Tocantins possui vinte e nove mil cargos efetivos, ou seja, as nomeações para os cargos em comissão, quase sempre escolhidas entre parentes, amigos e apaniguados do governo de plantão, superam o número de servidores concursados.
Tamanho é o número de cargos em comissão que o STF considera a hipótese de modular os efeitos da decisão da ação direta de inconstitucionalidade, estipulando prazo para o governo demitir os cargos em comissão e substituí-los por servidores concursados, sem comprometer os serviços de saúde, segurança e educação.
Infelizmente, em certos rincões do Brasil, a Constituição Federal de 1988 ainda não é aplicada!

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Tempos nervosos

Nos guichês e balcões de atendimento de repartições públicas, inclusive onde trabalho, está ficando cada vez mais comum ler este artigo do Código Penal:

Desacato

Art. 331 - Desacatar funcionário público no exercício da função ou em razão dela:
Pena - detenção, de seis meses a dois anos, ou multa.

Infelizmente a falta de educação das pessoas chegou a este ponto. Será que as pessoas não conseguem entender que quem atende o público nada mais faz senão obedecer ordens? Quem achar que faz melhor, que faça concurso!

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Como é que é?

Não escrevo com perfeição. Acho que há muito que melhorar no meu português. Para falar a verdade, estou me acostumando a estudar português uma hora por dia, visando os concursos.
Por outro lado, lendo as petições iniciais de alguns colegas, às vezes fico com vergonha da minha profissão!
Vejo que a ortografia não é a maior inimiga dos advogados. Mas percebo que alguns profissionais possuem uma terrível deficiência de expor os fatos e os fundamentos jurídicos com lógica. Ocorrem ainda muitos problemas de concordância e repetição de palavras na mesma oração que mostram que a pessoa possui um vocabulário muito pobre. Mesmo tratando-se de profissionais com mais tempo de formados que eu!
Embora estas deficiências aparecem em advogados que militam em todas as áreas, noto uma tendência de que os advogados trabalhistas são os que mais apresentam problemas no português. É claro que isso não é a regra geral, conheço muitos profissionais que atuam na Justiça do Trabalho que são ótimos na língua portuguesa.
Gente, vamos estudar!

sábado, 29 de maio de 2010

Férias de junho para os edis

Numa orgulhosa e decadente cidade da zona sul do Estado do Rio Grande do Sul, a pretexto de que estão de mudança do prédio, os vereadores farão recesso parlamentar. Pelo menos foi noticiado assim por um conhecido jornal da cidade. Pelo que se vê, o fato de junho ser o mês da Copa do Mundo é apenas mera coincidência.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Muito obrigado!


Para minha surpresa, meu blog foi indicado para o Prêmio Top Blog.
Estou surpreso, uma vez que este blog, antes de tudo, é praticamente um diário pessoal, de visitas bastante limitadas.
Se, ainda assim, alguém o achou interessante, nada mais resta dizer meu muitíssimo obrigado!

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Chororô da CNM



O vídeo foi produzido na XIII Marcha dos Prefeitos em Brasília. Defende, é claro, o lado dos prefeitos. Acontece que os problemas são criados pela gestão política e amadora na maioria das prefeituras do Brasil.
Uma cena que chama a atenção foi a apologia do prefeito que é pressionado pela empreiteira para pagar pela obra, usa verba do orçamento e acaba preso.
De fato, usar verba do orçamento para finalidades diversas daquelas previstas em lei é crime. Assim, surge outro problema para os administradores públicos: a incapacidade de dizer não.
Melhor que os prefeitos cumpram mais a lei e reclamem menos.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Partido da Sinceridade



Roubei do Amigos de Pelotas. Imperdível!

Como evitar o assédio dos bancos

Toda a vez que necessito efetuar uma operação que não sei fazer nos caixas eletrônicos vou na sala de atendimento exclusivo do meu banco.
Mas estou  perdendo a paciência com tantos "produtos financeiros" que me oferecem: consórcios, sorteios, contribuições espontâneas para o plano de aposentadoria. Não contentes com um delicado "vou pensar", os funcionários ligam depois para casa para saber o que decidi. Nossa! Sei que eles estão fazendo o seu trabalho, mas haja paciência para isso!
Agora vou abolir essa prática. Vou aprender a fazer tudo, absolutamente tudo, no caixa eletrônico.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Camelôs em alta

Andam dizendo por aí que com a "assistência técnica" oferecidas pelas "lojas credenciadas" é mais seguro comprar no camelô do que nessas. Dizem que se a mercadoria está com defeito as lojas tiram o corpo fora, não trocam o produto e mandam o consumidor na assistência técnica, que não raro sequer existe na cidade onde foi comprada  a mercadoria. Os camelôs, por sua vez, dizem que se a mercadoria não funcionar, pedem para o cliente retornar e fazer a troca.  E agora?

terça-feira, 11 de maio de 2010

Pelo direito dos animais

Nunca vou conseguir entender por que tanta gente critica as pessoas que se dedicam a cuidar dos animais. Normalmente criticam pela razão de existir muitas pessoas desamparadas e os animais deviam ser entregues a própria sorte.
Acontece que nosso belo welfare state destina bilhões de reais todos os anos na área de previdência e assistência social para cuidar das pessoas. O motivo da falta de dinheiro na área social é um mistério, uma vez que os governos vivem se queixando que não conseguem atender a todos.
Por outro lado, as campanhas de proteção aos animais são mantidas por pessoas abnegadas,  sem financiamento oficial e vivem de doações espontâneas.
Assim, qual é o problema em cuidar dos animais? Especialmente seres que sequer têm voz para reclamar, ao contrário de muitos humanos que antes de cumprir com suas obrigações, preferem reclamar seus direitos. Inclusive o de ganhar a vida sem trabalhar, talvez o maior objetivo do "estado social" de direito.
Deste jeito, quem critica, que faça melhor.

domingo, 2 de maio de 2010

Grécia parece a Argentina

A velha história se repete.
Já aconteceu no Brasil, Argentina e agora na Grécia. Só surpreende pelo fato dos acontecimentos se darem na civilizada Europa.
Na Argentina e Brasil, onde o déficit público é alto, o capital internacional financiava o dinheiro que faltava para os governos fecharem as contas. Quando a fonte de dinheiro secou devido ora a crises internacionais, ora devido a desconfiança de que os governos não honrariam seus compromissos, a saída clássica sempre foi desvalorizar a moeda e cortar os gastos públicos.
Ambas medidas são dolorosas porque a desvalorização da moeda causa inflação e o corte dos gastos  sempre causa recessão econômica.
A Argentina não podia desvalorizar o peso, haja vista a   lei da paridade, a qual determinava que para cada peso que circulasse na economia, deveria haver o equivalente de reservas no banco central. Na prática, o país renunciou sua soberania para fazer política monetária. Sobrou apenas o corte dos gastos, que colocou a Argentina  numa espiral de deflação/estagnação econômica por muitos meses e resultou na renúncia do então presidente Fernando de la Rua.
Com a Grécia acontece o mesmo. O país não pode ajustar sua política monetária às circunstâncias, pois aderiu ao sistema monetário europeu e resta apenas um duro corte de gastos, exigência da Comunidade Européia para o pacote de ajuda que poderá chegar a mais de 100 bilhões de Euros.
Fica a lição para os outros países: primeiro, os governos devem ter disciplina fiscal e em segundo lugar, caso os governos não a tenham, devem deixar as portas abertas para saírem  das crises.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Comemoremos, mas nem tanto

Presidente Luís Ignácio Lula da Silva foi eleito o líder mais influente do mundo pela Time Magazine.
Desta seleta lista, já fizeram parte Dalai Lama, Nelson Mandela, Bill Clinton, George W.Bush e outros líderes mundiais.
Neste ano, os 10 líderes mais influentes do mundo foram escolhidos nesta ordem:
  1. Luiz Inácio Lula da Silva
  2. J.T. Wang
  3. Mike Mullen
  4. Barack Obama
  5. Ron Bloom
  6. Yukio Hatoyama
  7. Dominique Strauss-Kahn
  8. Nancy Pelosi
  9. Sarah Palin
  10. Salam Fayyad
Num ano que  foi marcado pela crise econômica, desemprego e  quebradeira de bancos,  convenhamos que a concorrência não foi muito forte.Com certeza, a lista  reflete justamente a falta de lideranças fortes no cenário internacional.
Assim sendo, da lista dos "Top 10", os conhecidos do público que acompanha o noticiário internacional são Lula, Obama, Dominique Strauss-Kahn, Nancy Pelosi e Sarah Palin.
Barack Obama, depois eleito, enfrenta a oposição da racista e radical direita americana, além de ter que suportar o mal humor do eleitorado com a crise econômica.
Dominique Strauss-Kahn, presidente do Fundo Monetário Internacional, não previu a crise econômica do ano passado, tampouco esta agora que se alastra pela Europa, que no momento é o maior entrave à recuperação econômica mundial.
Nancy Pelosi, é porta-voz do Congresso dos Estados Unidos. Portanto, se o Presidente dos Estados Unidos tem imensas dificuldades para resolver os problemas  da economia americana, imagine-se a Porta-Voz do Congresso!
Por fim, dos conhecidos, cite-se Sarah Palin, ex-governadora republicana do estado americano do Alaska, que integrou a lista por ser a queridinha dos republicanos e da mídia conservadora. Com certeza, provavelmente será a candidata republicana para a sucessão de Obama. Mas e o resto do mundo, o que tem a ver com ela?
Portanto, a eleição de Lula não deixa de ser uma boa notícia para o país, mas não deve ser esquecido que o país possui desafios colossais pela frente na área da saúde, educação, infraestrutura e carga tributária, que são os entraves para o país entrar no primeiro mundo. Do contrário, permaneceremos como o eterno país do futuro.

   

sábado, 24 de abril de 2010

"Os desaparecidos são uma incógnita"



Jorge Rafael Videla, presidente de fato da Argentina, governou como ditador entre os anos de 1976 e 1981, explica sua visão sobre os desaparecidos durante o regime militar.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Quinhentos e dez anos

Embora seja uma data longe de não provocar polêmicas, oficialmente, há 510 anos o Brasil foi descoberto foi Pedro Álvares Cabral. 
Se houve navegadores portugueses ou espanhóis por estas bandas antes de Pedro Álvares Cabral, pouco importa. Fato é que a data oficial do nosso descobrimento foi em 22 de abril de 1500, com certeza um marco importante da história da civilização ocidental.
Durante estes cinco séculos com certeza houve erros e acertos. Será que valeu a pena? Faço as palavras de Fernando Pessoa, as minhas palavras:

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!

Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!
Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.

Quem quere passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.


Fernando Pessoa - MAR PORTUGUÊS, fonte.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Chavez esculhamba com os argentinos

Não sou chavista, tampouco tenho simpatia por Hugo Chavez, mas tenho que admitir: ele é o presidente mais divertido do mundo.
No último dia de visita de Cristina Kirchner, Presidente da Argentina, à Venezuela, Hugo Chavez disse-lhe:
"Nunca conocí una persona tan modesta y más siendo argentina".
A frase arrancou risos da plateia.  

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Mandando os elefantes brancos pra cá

No Diário Catarinense, o jornalista gaúcho Luiz Carlos Prates conta que a partir de 2012 os holandeses, cansados de engarrafamento, vão pagar pedágio apenas por tirar o carro da garagem. Pagarão três centavos de euro por quilômetro rodado. O valor subirá aos poucos.
No terceiro mundo, ainda se controem e duplicam estradas freneticamente.
Às vezes penso se os anunciados investimentos das montadoras européias no Brasil é por que o mercado daqui é mais promissor, ou é apenas por que os europeus não aguentam mais os automóveis?  

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Gato tenta usar o IPad


O IPad está virando um sucesso, olhem esse gato interagindo com a máquina

Advogado deficiente visual faz a defesa oral da União no STJ

Para quem vive se queixando da sorte nos concursos públicos, vale a pena ler esta história.
No dia 14 de abril, pela primeira vez na história do Superior Tribunal de Justiça, um advogado cego fez uma sustentação oral em favor da União em plenário.
Cláudio de Castro Panoeiro foi diagnosticado com uma doença degenerativa nos olhos, e o obrigou a estudar na Linguagem Braile a partir dos 11 anos.
Concluiu o ensino fundamental no Instituto Benjamin Constant, especializado em educação para deficientes visuais, no Rio de Janeiro. O ensino médio foi cursado no Colégio Dom Pedro II, que não era especializado para deficientes e para estudar era ajudado pelos colegas que liam o conteúdo dos livros.  
Escolheu estudar Direito em virtude de sua deficiência.
Na UFRJ foi ajudado por meio de um programa sintetizador que "lia" o conteúdo dos processos e dos livros. Antes de se graduar já exercia o cargo de técnico judiciário no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.
Depois de formado prestou outro concurso e tornou-se analista judiciário.
Em 2005 foi aprovado no concurso da Advocacia-Geral da União.
“Ele sempre foi muito dedicado. Não deixou de ser um aluno nota dez”, conta a advogada Jeane Esteves, com quem Panoeiro é casado. Não precisava nem dizer! Trata-se de um exemplo de vida.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Cliente morre de enfarto durante espera no telefone e família recebe indenização

É rotina entre os consumidores esperar muito tempo para ser atendido pelos call centers das empresas de telefonia. Já aconteceu comigo no tempo que era cliente da BrasilTelecom.
Por sua vez, os clientes tentam de todo o jeito acelerar o atendimento. Há quem, durante as ligações aos call centers, use uma opção de comprar algum produto, na esperança de que seja atendido rapidinho. Às vezes funciona, às vezes não.
Mas é certo que as chances de ser atendido com rapidez são muito poucas, ou praticamente nulas.
Num caso extremo, um cliente da BrasilTelecom esperou 40 minutos para ser atendido pelo call center para reclamar de uma cobrança indevida. Durante a ligação, teve um enfarte e faleceu.
Em segundo grau, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul condenou a empresa pagar indenização de R$ 20.000,00. Notícia completa, aqui.
Na minha opinião foi muito pouco!

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Mais uma desgraça causada pela droga

O uso das drogas causou nova desgraça. Desta vez, foi  a droga da juventude bacana, a maconha.
Um jovem de classe alta,  de Lages, do próspero Estado de Santa Catarina, admitiu que matou sua mãe e a irmã de 11 anos, que sofria de síndrome de down. 
Segundo o Diário Catarinense,  depois do crime, o jovem pegou o carro, saiu de casa e pediu para um vigilante de uma empresa particular comunicar à polícia afirmando que tinha sido vítima de sequestro-relâmpago e sua família foi assassinada.
A polícia desconfiou da história quando encontrou um revólver e as roupas do jovem dentro do carro. Na delegacia, ele confessou o crime. Disse que o crime não foi premeditado e que sua mãe sempre "incomodou por usar maconha."
Neste dia usou a droga e matou a família. Notícia completa aqui.
O que deixa me estarrecido é o crescente movimento em favor da liberação do uso da droga. Coisa boa daí nunca vai sair. 

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Falta de ambição

Nas sinaleiras, seguidamente vê-se  jovens de classe média-alta vestidos com a camiseta dos seus times pedindo "esmolas" para os carros. Isso é que chamo de falta de ambição na vida!

terça-feira, 6 de abril de 2010

A dupla dor pela enchente no Rio

Muitos países estão sendo castigados violentamente pela natureza, na maioria das vezes por causa dos terremotos.
No Brasil, não existem terremotos, mas as enchentes estão matando dezenas de pessoas todos os anos.
O que dói no caso do Brasil é que as mortes poderiam ser evitadas com medidas de fiscalização das Prefeituras, dos Estados e da União, visto que permitem ocupações irregulares em áreas de risco.
Assim, temos que chorar pelas vítimas e familiares, assim como pela omissão das autoridades.
Até quando?

sexta-feira, 26 de março de 2010

O caos

No Estado do Rio Grande do Sul um servidor de nível superior ganha por volta de R$ 2000,00 mensais.
O controle de pagamento dos servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul foi comparado a de um buteco pelo jornal de maior circulação do Estado.
Em São Leopoldo, o prefeito recusa-se a cumprir ordem judicial de demitir centenas de CCs que contratou com o fim de burlar a exigência constitucional de realização de concurso público. "Se eu fizer isso vai ser o caos".
Será que já não estamos no caos?

terça-feira, 16 de março de 2010

Um blog inesperado

Enquanto a Justiça Estadual do Rio Grande do Sul dá os primeiros passos rumo à virtualização dos processos, li hoje no site do Tribunal de Justiça que a 3º Vara Cível de Ijuí inaugurou um blog.
Segundo o  Dr. Nasser Hatem, Juiz da 3º Vara Cível,  "O objetivo é ser um instrumento para demonstrar o nosso trabalho, buscando sempre o aperfeiçoamento da prestação jurisdicional através da apresentação de informações úteis. O blog estará em desenvolvimento constante, com acréscimo de novos serviços, sendo imprescindível a contribuição de todos para o sucesso deste novo espaço."
Trata-se de uma inovação inesperada.  Os blogs, antes limitados a uma espécie de diário pessoal, estão transformando-se em ferramentas cada vez mais importantes para facilitar a vida das pessoas.
Felizmente, aos poucos, o Poder Judiciário está conseguindo reduzir a custosa, lenta e cara burocracia, graças ao uso da tecnologia e tudo que for neste sentido sempre será bem-vindo pelos jurisdicionados.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Os royalties e a Campanha da Fraternidade

Quando vi a imagem do Cristo Redentor envolto com o cartaz contra a Emenda Ibsen, cujo objeto é repartir as receitas dos royalties do petróleo de forma mais igualitária entre os Estados e Municípios lembrei da Campanha da Fraternidade deste ano.
Para quem não lembra, o tema é "Economia e Vida" e no cartaz promocional diz: "vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro (Mt. 6,24)".
Não seria uma contradição? Será que a própria Bíblia não prega a idéia da repartição justa das riquezas?
Que papelão!

quarta-feira, 10 de março de 2010

Amando

Ontem na fila do caixa do restaurante onde almoço no horário de trabalho, um tiozinho disse para o dono: "estou aqui amando". Só que ele estava sozinho...hmmmm...
Por coincidência, hoje eu estava na fila do caixa e lá veio o tiozinho novamente para o dono do restaurante: "Estou aqui amando de novo. A mando da minha mulher. Se depois de três meses a gente faz todas as vontades da mulher, não tem mais retorno!"

terça-feira, 9 de março de 2010

Custo Brasil

Más línguas dizem que o motivo pelo qual as mulheres ainda recebem salário em média vinte por cento a menos que os homens é devido aos encargos trabalhistas e sociais, que no caso das mulheres é maior, como a licença maternidade de 120 dias, que se transformará em breve em seis meses. Será?

sexta-feira, 5 de março de 2010

Polêmica onde não deveria existir

Que o Sistema Único de Saúde não consegue atender a demanda da população que necessita de atendimento médico não é novidade.
A novidade é que uma cidade do Extremo-Sul do Brasil quer atender a população, mas o sindicato dos médicos não deixa.
Santa Vitória do Palmar é uma pequena cidade, que fica 50 km da fronteira do Uruguai, e diante da falta de interesse de médicos brasileiros em trabalhar naquela cidade, viu-se obrigado a contratar uma médica uruguaia.
A contratação da médica estrangeira desagradou ao sindicato dos médicos e fez uma notificação extrajudicial exigindo a demissão da médica.
A Prefeitura de Santa Vitória avisou que não vai demitir a profissional.
Por sua vez, o sindicato dos médicos já registrou queixa na Polícia Federal e disse que a solução para o problema seria realizar concurso e pagar salário adequado aos médicos.
O Município oferecia o salário de R$ 5000,00 mensais, mas nenhum médico brasileiro se interessou em continuar no cargo.
O salário oferecido está muito acima da média salarial de outros profissionais que têm curso superior em outros municípios, mesmo de maior porte.
Assim, não vai ser na delegacia de polícia que irão ser resolvidos os problemas da saúde pública no Brasil.

terça-feira, 2 de março de 2010

"Devassa" censurada pelo CONAR


Censura é algo difícil de entender. O CONAR, Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária, que se trata de uma organização não-governamental, que visa impedir que a publicidade enganosa ou abusiva cause constrangimento ao consumidor ou a empresas, vetou a propaganda da Cerveja Devassa, do Grupo Schincariol, por considerá-la "sexista e desrespeitosa".
O curioso é que já vi cenas de filmes, novelas e até mesmo campanhas publicitárias de mulheres expondo partes do corpo de forma infinitamente mais generosa que as da Paris Hilton, socialite americana protagonista do comercial.
De fato, Paris Hilton está longe de ser uma santa, mas com certeza os censores do CONAR viram outros filmes da loura, e não este comercial!

segunda-feira, 1 de março de 2010

"Libertad! Libertad!"


Cubanos fazem protesto no Consulado do Brasil em Miami, contra o apoio do governo brasileiro ao regime comunista de Cuba.
Lembrei da energia que a esquerda brasileira tinha nos seus bons tempos...

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Câmara de Vereadores de Pelotas quer obrigar os supermercados a contratar caixas e empacotadores

A Câmara de Vereadores da minha cidade pretende promulgar uma lei que obriga os supermercados contratarem caixas. Logo em seguida, também manifestou o interesse em obrigar os supermercados contratarem empacotadores.
Não é raro uma câmara municipal aprovar projetos de lei que são simpáticos ao eleitorado, mas que logo em seguida são declarados inconstitucionais pelo Poder Judiciário.
De fato, ninguém gosta de esperar numa fila de supermercado. Muito menos ainda de empacotar as compras.
Por outro lado, deve ser lembrado que a Constituição Federal estabelece as regras das competências legislativas para os entes da Federação, as quais limitam a atuação dos municípios.
Assim, é da competência legislativa da União: legislar sobre direito civil e comercial. (CF, art. 22,I).
Acrescente-se que se por acaso não entender que o Município não está legislando sobre direito civil, nem comercial, e sim promulgando regras de proteção e defesa ao consumidor,  neste caso a competência legislativa é da União e do Estado, de forma concorrente (CF, art. 24, V, VIII).
Importante ainda ressaltar que os precedentes são pacíficos no sentido da inconstitucionalidade de projeto de lei de iniciativa parlamentar que visa regular serviço público municipal ou estrutura da Administração Pública, prerrogativa exclusiva do chefe do executivo.
Assim, se o Poder Judiciário não admite a regulamentação de serviço público municipal ou estrutura da Administração Pública, com mais razão ainda julgará pela inconstitucionalidade da regulamentação de uma atividade empresarial, que é regida pelo princípio da livre concorrência (CF, art. 170, caput).
Portanto, o projeto de lei, embora simpático ao eleitorado, encontra óbice na Constituição, que com certeza será julgado inconstitucional pelo Poder Judiciário.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Sacolas biodegradáveis

Na era da preocupação com o meio-ambiente há uma coisa que absolutamente não consigo entender.
Hoje, em tudo quanto é loja, é possível comprar uma sacola ecológica feita de material biodegradável, ao invés de usar gratuitamente uma sacola feita de plástico, cujo material demora dezenas de anos para se decompor.
Por outro lado, imagino se a preocupação ecológica é mesmo sincera ao obrigar o consumidor a comprar a sacola biodegradável!
Se a preocupação fosse sincera, a sacola biodegradável seria dada ao cliente!

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Juíza argentina autoriza matrimônio homossexual

Advogados especialistas em direitos humanos, em especial que gostam de direito comparado, vão gostar desta notícia.

A juíza portenha Elena Liberatori determinou ao Registro Civil de Buenos Aires registrar o matrimônio de um casal de homens. 

Determinou, ainda, que o registro civil da capital argentina dê "absoluta prioridade" ao registro do matrimônio.

Em sua decisão, declarou que os artigos do Código Civil Argentino que exigem o consentimento de  duas pessoas de sexos diferentes para contrair matrimônio é inconstitucional. 


Noutra parte da sentença,  a juíza ordenou que o casal tenha seus direitos reconhecidos em textos constitucionais e supraconstitucionais os quais se vêm impedidos de exercê-los por causa de normas vigentes que não se encontram de acordo com a atualidade.


A Administração de Buenos Aires declarou que não iria apelar da sentença.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

A secretária que secretaria o secretário...


Achei esta pérola legislativa, de uma orgulhosa cidade do interior que resolveu legislar sobre as atribuições da Secretaria-Geral:

"Da Secretaria-Geral

art 7º Compete à Secretaria-Geral:

I-secretariar o Secretário"
Posted by Picasa

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Sabedoria de Al Capone

Ainda sobre as roubalheiras de Brasília, no dia de hoje, Salomão Scharwtzman, da Bandnews, contou que Al Capone não entendia quem preferia seguir o caminho do crime com tanto jeito de ser desonesto dentro da lei...
De fato, algumas pessoas são mesmo inclinadas para o mal!

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Esculhambação pouca é bobagem

No Distrito Federal, a Capital da República, o Governador José Roberto Arruda,  está preso.
Em São Paulo, a Justiça Eleitoral cassou o mandato do Prefeito Gilberto Kassab.
O primeiro é governador da Capital da República. O segundo é prefeito da cidade que é o centro econômico e financeiro do país.
Tudo isso me faz pensar. Se isso acontece em lugares como Brasília e São Paulo, onde  a polícia, o  Ministério Público, a imprensa e o Poder Judiciário são bem estruturados, imagine o que não acontece no resto do país!

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Oba! Livre-se do telemarking!

Cansado de receber mensagens pelo celular/fixo oferecendo serviço de tele-namoro, sorteios, promoções etc? Seus problemas terminaram! 
Caso você queira se livrar do telemarking pelo telefone, acesse o site do PROCON-RS.
À direita da página, há link "bloqueio de telemarketing" e siga as instruções. Tenha à mão seu CPF e carteira de identidade se não lembrar os números de cabeça. Você poderá bloquear até três telefones. A partir do cadastro, num prazo de 30 dias,  as operadoras de telemarketing não poderão mais importuná-lo!

obs- esta dica vai servir para os moradores do Rio Grande do Sul. Acredito que para os outros estados, seria o caso de entrar em contato com o respectivo PROCON-Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor.

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

A nova campanha da fraternidade

 Li hoje na Zero Hora sobre a nova Campanha da Fraternidade da Igreja Católica.
O tema é "Economia e Vida". No cartaz promocional diz: "vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro (Mt. 6,24)".
Em geral, passa a ideia de que o capitalismo é contra a ética cristã. Critica a globalização, o agronegócio, a busca pelo lucro, a carga fiscal e por aí vai.
Defendendo a campanha, em entrevista ao jornal, o Bispo de Rio Grande,  José Mário Stroeher, defendeu a regulamentação do sistema financeiro (como se já não o fosse...).
Sobre o tema, me veio a seguinte questão. Qual é a melhor forma de servir ao Criador? Trabalhar, ganhar dinheiro e desfrutar dos ganhos ou viver a custa da caridade alheia?
Seria o novo conto do vigário?

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Carnaval numa gramática

No primeiro dia de carnaval, um jovem foi esfaqueado na passarela do samba em Pelotas. Morreu no próprio local. No ano passado um jovem caiu da arquibancada e quase ficou paralítico. Acionou o Município na Justiça por danos morais e requereu todo o material necessário ao tratamento, como cadeira de rodas, colchão ortopédico, colete, remédios etc.
Para quem mora em Pelotas, durante os festejos do rei momo, e não tem ânimo para enfrentar estradas engarrafadas, a melhor opção é ficar em casa.
Carnaval de rua virou sinônimo de confusão, para se dizer o mínimo. Não há mais espírito de diversão. Infelizmente os "foliões" vão para a festa com a intenção de descontar a vida obscura e complicada que têm.
Hoje estou "me divertindo" estudando ortografia numa gramática.
Não sou bom de samba, mas pelo menos eu escrevo bem :-)

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Fortes emoções para a quarta-feira de cinzas

O feriado de Carnaval do Governador do Distrito Federal na prisão se concretizou. Agora, os holofotes voltam-se para a quarta-feira de cinzas, quando o plenário do Supremo Tribunal Federal se reunirá para
decidir o mérito do habeas corpus. A decisão anterior limitava-se a analisar se num exame preliminar havia violação do direito de ir e vir do governador. Minha aposta é que ele permanecerá sob custódia.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Google ameaça deixar a China


Em meio a crise financeira global, as empresas americanas e europeias investem nos países emergentes, na esperança de compensar seus prejuízos em seus países de origem.
Todas? Não.
Depois de descobrir que ativistas de direitos humanos chineses tiveram seus emails hackeados, cujo ataque pode ter sido originado de agentes do governo chinês, o Google tenta persuadir as autoridades chinesas a levantar a censura sobre seu site de buscas na China, o Google.cn, que por exigência do governo chinês, o tráfego da internet deve ser filtrado por gateways que bloqueiam o acesso a material que entendem ser subversivo ou pornográfico.
Em resposta, o governo chinês afirma que o capital estrangeiro é bem-vindo, contudo deve obedecer as leis e a cultura local.
Agora há pouco fiz um teste no Google.cn e digitei "tiananmen square", local de protestos de estudantes chineses realizado em 1989, havia a opção 'tiananmen square massacre video', escolhi a opção, mas o vídeo continha apenas um noticiário normal de 6 de março de 2009.
A queda de braço vai ser interessante!

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Voltei aos concursos

Além de trabalhar, nadar e estudar, voltei a fazer concursos.
O próximo será em abril, para analista do TRF da 4ª Região.
É óbvio que já estou me preparando. O curioso é que estudar Português não está sendo tão chato quanto eu achava antes. Comprei uma gramática de Português. Estou lendo os pontos do concurso e resolvendo os testes. Cada vez que acerto um teste oriundo do concurso de alguma instituição como...Secretaria da Receita Federal, começo a pensar nos vencimentos e sinto-me como já estivesse lá trabalhando...
É uma forma interessante de se motivar.