terça-feira, 16 de maio de 2006

Vozes da indignação

Leis para quê? Constituição para quê? No blog Argumento e Prosa, Adriana Vandoni manifesta sua indignação com a frouxidão que as autoridades aplicam a lei neste país:

"Se vivêssemos um Estado de Direito nenhum indivíduo, presidente ou cidadão comum, estaria acima da Lei. Mas que besteira a minha. Quais Leis? Elas existem? Sim, mas apenas como decoração, para que nosso país se acredite como nação, já que a obediência a elas não é cobrada. Não precisamos de novas Leis, mas de menos frouxidão para que elas sejam cumpridas. Seguem a Lei apenas aqueles que ainda se imaginam cidadãos, que ainda nutrem a doce ilusão de viver em uma Nação e que insistem em acreditar que a sua dignidade como pessoa humana é respeitada pelo Estado.

(...)

Tudo já nos foi levado, resta apenas, irmos nós.
Céus! O que será preciso para que acordemos deste pesadelo que é viver em um Estado Delinqüente de Direito.
A permanecer assim, rasguemos, pois, a Constituição. Ela não presta mais pra nada."


Artigo completo aqui.

Um comentário:

  1. Grande blog . Actual e conciso ! Muito bom mesmo ! Nunovsky , Portugal !

    ResponderExcluir