quarta-feira, 12 de julho de 2006

Traços de psicopatia

psico.gifAlgumas pessoas são difíceis de entender.
É o caso de um servidor que exerce a função de motorista, que chamarei de "João", porque estes processos são de caráter sigiloso.

João tem um histórico funcional complicado.

Há um registro de que, enquanto estava dirigindo um carro do Município, proferiu palavras de conotação sexual para uma pedestre. A vítima registrou queixa e o processo administrativo está em andamento. Em sua defesa, disse que a mulher era uma amiga sua.

Outra vez, João, sabe-se por que, resolveu dirigir em círculos em alta velocidade dentro do estacionamento da Prefeitura e dar cavalinhos de pau. Abriu-se novo processo administrativo. Afirmou que estava testando os freios do veículo.

Noutra ocasião, ao desembarcar um grupo de passageiros numa kombi, foi pedido por um passageiro para dar ré, pois no local que iam desembarcar havia muito barro. João recuou a Kombi em alta velocidade e bateu num carro que estava atrás. Disse que foi sem querer.

Há uma semana atrás, conheci pessoalmente João, enquanto ele falava com o colega que ia julgar um dos seus processos administrativos. Não havia nada de errado com ele, embora aparentasse  nervosismo. Reclamou da demora do julgamento com o colega, dizia que estava deixando de ganhar horas-extras e que já havia falado com o seu advogado.

O comportamento de João foge a lógica. É bem provável que se demitido, será muito, muito difícil encontrar outro emprego. Fiquei intrigado com esse comportamento durante vários dias. Sim, é possível que o sujeito não regule bem, mas a ponto de ser aprovado em concurso público?

Por coincidência, na última edição da Superinteressante há uma reportagem sobre a personalidade  psicopata. Enquanto li a matéria, cinco características da doença me chamaram a atenção:

1) Ausência de culpa: não se arrepende nem tem dor na consciência. É mestre em botar a culpa nos outros por qualquer coisa. Tem certeza que nunca erra.

2) Habilidade para mentir: não vê diferença entre sinceridade e falsidade. É capaz de contar qualquer lorota como se fosse a verdade mais cristalina.

3) Egoísmo: faz suas próprias leis. Não entende o que significa "bem comum". Se estiver tudo ok para ele, não interessa como está o resto do mundo;

4)Inteligência: O QI costuma ser maior que o da média: alguns conseguem se passar por médico ou advogado sem nunca ter acabado o colegial.

5)Charme: tem facilidade em lidar com as palavras e convencer as pessoas vulneráveis. Por isso, torna-se líder com freqüência. Seja na cadeia, seja em multinacionais. Imagino eu, que também na política.

Não tenho pretensão de fazer um diagnóstico do sujeito. Especialmente por que a doença é de difícil diagnóstico pelos especialistas. Mas a partir de agora, toda vez que aparecer um sujeito problemático  e que age sem uma lógica aparente, deverei tomar cuidado redobrado nos processos administrativos.

O mesmo farei fora do ambiente de trabalho, em especial com pessoas  que se destacam nos negócios e na política, porque o lado obscuro do psicopata não é mostrado na televisão.

64 comentários:

  1. Acho que não tenho nenhum dos cinco itens listados...minha vida como psicopata está acabada...

    ResponderExcluir
  2. :D ainda bem Tenho os 5 hehehehe ... vai fugir de mim? ... o meu cra amigo os psicopatas não precisam necessariamente matar ok?!´é mais uma caracterista lógica .. somos racionais .... porém, embora julguem -nos sem emoções, nós temos emoções! Apenas compreendemos o mundo de outras formas ... alguns transparecem sua frustação com o mundo de formas violentas, outros usam seu poder manipulador pra moldar a realidade a sua maneira ..... pra mim melhor assim do que ficar sentado, estatico, anômico, sem reação com este mundo ridiculo, como fazem os não psicopatas .... Beijos

    Q bom que vc se interessou na materia! Bjins!

    ResponderExcluir
  3. Discordo quanto a ausência de culpa, se um "psicopata"(como assim o chamam), estiver tentando usar de sua inteligência e de seu charme para seduzir uma vitima ou coisa parecida, nem sempre vai se sobre-por nas outras pessoas ao seu redor nem querer por ne-las a culpa, porque ele se fará de inocente, querendo que sintam pena dele, e que ao mesmo tempo gostem dele.....são habilidades que não entendemos, habilidades lógicas planejadas com muita precisão.....e os "psicopatas" são muito relativos, não achei coerente o que a SUPERINTERANSSE quis relatar em sua matéria, citar características como se fossem um diagnóstico.hahahahah
    Mas fazer o que né?!?!?
    A ignorância jornalistica e publicitária prevalece sobre nosso País.... mas quanto as outras carcterísticas eu concordo, digo por experiência própria.

    A sociedade é quem faz o psicopata, ou o psicopata é quem faz a sociedade???

    Me responda quando inventarem um detector de "PSICOPATAS", ou quando puderem provar que existam 5 milhões de "PSICOPATAS no Brasil!!!!

    ResponderExcluir
  4. Não sentimos remorso. Mas isso não significa que não respeitemos leis comuns... embora, até certo ponto, "insensíveis", gostamos de "arrebanhar" seguidores... e isso se torna mais difícil com penalidades idiotas e etc.

    Esse João certamente foge ao seu 4º item da listinha.

    ResponderExcluir
  5. Gostaria de saber se uma pessoa pode ter ao mesmo tempo traços de psicopatia e transtorno bipolar (diagnosticado). Tive um relacionamento com alguem de comportamento bastante estranho. Se por uma lado tinha grande alteraçao de humor por outro lado nunca se sentia culpada por nenhuma atitude tomada,por pior que fosse. Mamipula as pessoas ao redor,causava sofrimento em todos e nao se preocupava com os sentimentos de ninguem. Bem como era incapaz de reconhecer que suas atitudes causavam dor aos outros. So se importava consigo.

    agradecido

    ResponderExcluir
  6. Eu não entendia como certas pessoas como políticos que roubam dinheiro destinado a pessoas carentes sem ter a menor necessidade, industruiais que jogam lixo tóxico em rios em que pessoas ainda tomam banho sem ter a menor necessidade disso, assassinos cruéis, estupradores, o fundador da universal do reino de Deus que cobra dos fiéis que mal tem dinheiro para se sustentar e os manipula com a maior facilidade, Hitler, entre tantos outros que fazer deste mundo a merda que ele é, uma raça maldita que lembra o perfil do próprio Diabo, ao ouvir a descrição de suas características me lembrei da serpente no jardim do éden (o proprio demonio), o pirralho de A profecia, enfim pessoas que não trazem nada que preste a ninguem pois como amar alguem incapaz de amar, se quando não são assassinos e serial killers eles roubam, trapaceiam e mentem me diga pra quê eles servem nessa terra, é melhor matar tudo logo...

    ResponderExcluir
  7. Dos cinco itens, não me correspondo apenas com o primeiro.

    Será que eu deveria procurar ajuda por ter quatro deles? Ou deveria me preocupar apenas se tivesse os cinco itens apresentados?

    ResponderExcluir
  8. Se eu for basear-me nestes poucos comentários, é bem possível que quase metade dos brasileiros sejam psicopatas (rsrsrs).

    Bom, deixando a brincadeira de lado ... quem já não foi um psicopata em alguma situação ou momento? Infelizmente, existem pessoas que estão neste estado mental a todo instante.

    Creio que classificar uma pessoa em psicopata ou não com base em "itens" é um pouco simplista, por exemplo, será que todos psicopatas são inteligentes? Aliás, o que é ser inteligente? Mas quem pode fazer melhor do que isto?

    Concluindo, apesar de não concordar em alguns pontos com a reportagem, achei-a muito interessante e útil na avaliação dos perfis daquelas pessoas que convivo no meu ambiente de trabalho.

    Nemo

    ResponderExcluir
  9. Clara
    É triste perceber como alguns internautas brincam com um assunto tão sério. Convivo a vinte e três anos com uma pessoa com esse desvio de caráter, que possui não apenas estas cinco características descritas no texto, mas muitas mais. Só quem convive com um psicopata tem a dimensão do horror e do que são capazes. Não dão trégua e não existe defesa. Destróem quem está próximo e sentem um prazer sádico nisso, e pior, têm consciência do que são e do que fazem, dissimulam e distorcem tornando-se vítimas de suas vítimas. São predadores crueis. A família não consegue se libertar pois sofre controle, cerco, coação, ameaças, e é muito dificil provar esse desvio de caráter pois apesar de saberem que o possuem, não aceitam tratamento embora não exista cura. Infelizmente a justiça é cega.

    Clara

    ResponderExcluir
  10. Convivi com uma pessoa há 23 anos, e após alguns anos de conviv^wncia começei a notar uma forma de desequilíbrioem seus modos de pensar e agir. Para os íntimos, ou seja, os de casa, o comportamento era mesquinho, agressivo, ausente de diálogo, e nunca se convencia que precisava de um tratamento psicológico e psiquiátrico. Para os de fora, amigos, era uma verdadeira dama, ou seja, diálogos amenos, abraços, festejos, et. Infeliz,mente, depois de muito sofrer, terminanos a relação. Meus filhos compreenderam seu estado doentio, e hoje estamos vivendo momentos felizes, enquanto ela saiu de casa há oito meses, nunca mais voltou, nem sequer procurou os filhso para um dialogo.Minha filha espera o primeiro herdeiro, ela soube, e, mesmo assim, não a procurou.

    ResponderExcluir
  11. Convivi com uma pessoa que é, provavelmente, um psicopata. Essa convivência se arrastou por 6 anos. No início, eu notava uns comportamentos estranhos, mas acha que era pq tratava-se de uma pessoa diferenciada, pois seu QI era visivelmente superior e também possuia uma facilidade enorme com as palavras, tinha uma oratória muito boa e se destacava entre os demais por isso, por várias vezes liderou situações.
    Antes de completarmos 1 ano de relacinamento procurei ajuda de um terapeuta e após uns meses de tratamento descobri que meus "problemas" era causados por ela. Mesmo assim prossegui a relação.
    Seu comportamento passeava pelos extremos, um dia eu era a pessoa da vida dela, perfeito, maravilhoso,... horas depois, sem maiores explicações começava a ser grosseira, rude, falar coisas ameaçadoras.
    Quando digo "ameaçadoras", não eram ameaças físicas, mas psicológicas. Como sabia que meu mundo girava em torno dela e eu era bastante dependente e submisso, ameaçava muito terminar o relacionamento. Se eu perguntava o motivo daquele comportamento, por vezes me respondeu: "estou treinando minha crueldade" - acreditem se quiser!
    Com o tempo a familia dela - vou chamá-la de "Marta" - começou a confiar em mim e apostar suas fichas, até que começaram a insunuar meu casamento com Marta.
    No entanto, o tempo passou e foram tantos comportamentos estranhos, tantas ameaças veladas e fui construindo um "escudo" ao meu redor, até que meu sentimento foi se acabando e o ralacinamento continuava, tão-somente, por comoditade.
    Num dado momento resolvi colocar um ponto final. Marta não se conformou com facilidade, mas teve que aceitar.
    Minha vida ao seu lado, no âmbito material seria muito confortável, porém, no que tange à convivência era muito sacrificada, não valia a pena.
    Apesar das ameças ficarem apenas no âmbito psiquico eu em alguns momentos tive medo que se tornassem físicos, graças a Deus isso não chegou a acontecer.
    Li a reportagem da Superinteressante e das 8 características elencadas, percebi que Marta possuia 7.
    Foi uma experiência que gerou sofrimento, mas também um amadurecimento imenso.
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  12. Nada do que foi dito aqui se enquadra numa estrutura de personalidade psicopata. a nao ser que já lhe tenha sido diagnosticado,raramente um psicopata tem consciência que o é, para não dizer nunca, eles têm consciencia que sao diferentes. o psicopata nunca sente remorsos nem culpa nem tenta pôr essa culpa nos outros. Psicopatia é um assunto muito sério.

    é mais provável que o "joão" sofra do transtorno da personalidade anti-social e não psicopata, obviamente isto só pode ser demonstrado depois de se fazer uma avaliaçao de personalidade. o mais provavel é que o "João" tenha uma estrutura de personalidade enquadrada na normalidade, como já disse só depois de uma avaliaçao é que se poderá afirmar alguma coisa.

    No que diz respeito a transtornos de personalidade, comportamentos desviantes,etc, a existência de uma psicopatologia exclui a existencia de todas as outras.

    ResponderExcluir
  13. namorei um bom tempo meses com uma pessoa que acredito ter algumas caracteristicas de um psicopata: convence facilmente com mentiras, inteligente, charme. entre outras.

    terminei o relacionamento por varias vezes mas o mesmo não aceitava fez algumas ameaças me metia medo mas não conseguiu muita coisa pois sempre estudei comportamfentos estranhos e logo me afastei.. sem maiores danos.
    cuidado vc pode estar com um cara que parece ser o homem da sua vida( inteligefnte, carinhoso, charmoso ciumento) mas não passa de um lindo psicopata.
    lessa

    ResponderExcluir
  14. Onde encontrar ajuda gratuita?
    O que fazer em primeiro lugar para tratar..Onde ir?
    Meu sbrinho é exatamente assim eminha irmã vive um inferno com ele.
    além de tudo, é agressivo, xinga e distrata a mãe.

    ResponderExcluir
  15. Relacionar-se com um psicopata é viajar no meio de uma tempestade, não se sabe se a viagem chegará ao fim. Passei todo o tempo, em que me relacionei com uma psicopata tentando de todas as formas identificar aonde estava o erro, se em mim ou nela. Algo não fechava, num dia tava tudo bem no outro um vazio enorme. Chegamos a falar de casamento, com compra de alianças e tudo, mas no dia seguinte era como se nada tivesse sido tratado.Cheguei a fazer terapia e rapidamente a identificação dos problemas cairam sobre ela. As mentiras eram imensas, mas sempre respaldadas em explicações óbvias. Mas sempre ocorria alguma coisa que escapava do seu controle. Como foi no caso dela colocar minhas insulinas no congelador (o que não é permitido pois estraga o produto), e ela se dizia enfermeira e tinha na familia diabéticos. Este fato foi o 1º, e outros aconteceram. Testemunhei agressividade com os filhos e animais da casa. E ela sempre dizia que tinha sofrido na pele e estava viva, portanto nenhum mal faria bater nos filhos. O difícil era entender as cenas de ciumes que tinha mesmo dando provas evidentes que não sentia nenhum amor por mim.
    Acho que o assunto psicopatia deveria ser abordado com mais frequência pela imprensa, pois muitas pessoas passam por períodos longos se relacionando com este tipo de gente sofrendo de desvio de personalidade e muitas vezes correndo até perigo de vida sem saber.

    ResponderExcluir
  16. Um psicopata sabe que tem desvio de caráter, daí a dissimulação.Ele pode não saber que esse desvio tem nome:psicopatia. Não sei se psicopatia é uma coisa e personalidade anti-social, outra, ou se são a mesma coisa. O que sei é que a maioria dos psiquiatras dá o nome de personalidade anti-social para psicopatia, e dizem ser a mesma coisa.
    Meu marido é sim psicopata e foi diagnosticado como psicopata paranoide.
    Culpa suas vítimas pelos atos dele pois é a forma que usa para não assumir culpas.Acredito que têm pessoas fazendo comentários equivocados sobre psicopatas ou porque nunca conviveram com nenhum, mas com certeza não são pessoas da área da saúde mental.
    Outra característica deles, entre tantas ainda não mencionadas, é o fato de que são submissos a alguns e extremamente controladores com outros. É um assunto muito sério para ser contradito por quem não sabe do que fala.
    Fica a pergunta: psicopatas e anti-sociais são o mesmo disturbio, se é que se pode chamar assim, ou tem características diferentes e os psiquiatras não sabem pois usam um termo para os dois?
    O que se sabe de fonte segura é que existem vários tipos de psicopatas e que para a justiça não são considerados loucos, tanto que não são inimputáveis, salvo alguns que são excessão. Eles sabem a diferença do certo e errado, do justo e injusto, da moral e da amoralidade, daí serem dissimulados. Aliás, em psiquiatria existe uma classificação para cada sub-tipo de psicopata.
    Tão grave quanto esse desvio de caráter é a incapacidade da Ciência Médica diagnosticar essas pessoas pela capacidade que possuem de dissimular e mentir.
    Para uns poucos psiquiatras existem muitas semelhanças, isto é características entre psicopatas e anti-sociais, mas algumas diferenças, talvez essa de culparem suas vítimas pelos atos que cometem seja apenas uma delas.
    Daqui a pouco vai surgir alguém que dirá que psicopata é mitomaniaco, mas até nisso tem diferença entre um e outro.
    A pessoa que contesta com certeza é por mera especulação, não por conhecimento de um ou de psiquiatria.
    Para esclarecer mais uma característica: psicopatas não tem sentimento de amor, mas sim de posse. Eles "coisificam"a pessoa e esta passa a ser propriedade, portanto o "ciume" é a possibilidade de perder um objeto seu para outra pessoa.

    ResponderExcluir
  17. Para Cecilia Mayer.
    Ajuda gratuita somente pelo SUS. Dificilmente conseguirão convencer seu sobrinho de que precisa de ajuda. Se realmente for psicopatia, ele não aceitará que precisa de tratamento. Não sei quanto a outros problemas, caso não seja psicopatia, e espero que não.
    Procure se informar em sites sobre psicopata, vc. poderá ter uma visão melhor do problema., mas para ter certeza só com avaliação psiquiatrica. O que dá para fazer, é quando ele estivér "surtado", chamar a policia que estes sim, o levarão para um hospital psiquiátrico, onde ficará internado e será avaliado por um mes. mas com certeza se for psicopata, na hora em que a policia chegar o "surto" passará.
    Consulte um advogado para saber se através da justiça é possivel conseguir uma avaliação psiquiatrica dele e até interditá-lo pois pode acabar matando a mãe.

    Boa sorte.

    ResponderExcluir
  18. Gostei muito de tudo o que li.Achei muito intressante pude aprender coisas que não tinha conhecimento sobre a psicopatia , primeiro que eu tinha pouco conhecimento sobre o assunto nunca imaginei uma mulher psicopata em toda a minha vida eu só conseguia ver a imagem masculina.Em todos os depoimentos que li pude ver um quadro diferente algo até que muitas vezes está dentro de nossas próprias famílias e nós não conseguimos enchergar.Sou estudante de psicologia, estou no primeiro período e já pude aprender alguma coisa sobre o comportamento humano e este artigo veio enrriquecer um pouco mais meus conhecimentos.

    ResponderExcluir
  19. Um psicopata e capaz de fazer mal a uma criança se ela sentir ciumes ou não gostar? Tenho um caso de psicopatia na familia e preciso saber rapidamente...
    Psicopatia e esteria e a mesma doença?

    ResponderExcluir
  20. Para CLARA

    Olá Clara!!
    Li todos os seus comentários sobre a psicopatia e percebi que vc tem algum comnhecimento sobre o assunto.
    Eu sou estudante de Psicologia e minha monografia será com esse tema: Psicopatas, mas precisamente SERIAL KILLERS!
    Gostaria de entrar em contato como vc por e-mail! Muito me interessa conversar com uma pessoa que convive com um psicopata!!
    vou deixar meu e-mail, gostaria que vc entrasse em contato comigo, se não te encomodar. meu email é: nidiabarros2@hotmail.com
    E mesmo que vc não queira conversar comigo sobre isso me emanda um email mesmo assim avisando tá!!
    Espero contar com sua ajuda!!
    Um grande abraço!!
    Nidia Barros

    ResponderExcluir
  21. Depois de assistir a novela paginas da vida, quase ao final da novela ao ouvir que a mae da Fernanda era psicopata !!!levamos um susto eu e meu marido... porque e meio dificil comentar isto mais acho que e bom desabafar...temos o mesmo problema com a minha mae, e muito triste e dificil conviver com alguem assim, eu nao sabia que era tao grave o asunto e muito menos que minha mae precisa de ajuda psicologica, sempre pensei que era normal, que toda mae era assim ja que eu fui criada por ela e sempre apanhei, e fui ofendida por ela das mais diversas formas, meu pai nos abandono e a nossa familia foi se destruindo aos poucos, meus irmaos tambem sairao de casa e praticamente sumirao, abandonando-a , eu fiquei com dor dela e a convidei a morar junto com a minha nova familia meu marido e minha filha de 5 anos. Pensei que depois de tantos anos morando sozinha minha mae tinha mudado, recapacitado, e que tal vez eu nao a compreendia por ser muito nova... mas agora me dei conta que o que ela precisa e de muita ajuda, e sim ajuda de um profissional. As veces eu nao consigo perco as forcas no caminho e o meu desespero maior, e o que fazer se ela e minha mae!!! nao posso julga-la pelo que diz ou faz.
    Meu marido esta totalmente exausto com o comportamento dela em casa , e o pior e que minha filinha tambem teme um pouco, ela ainda e pequena mais nota que minha mae muda bruscamente , tem dias que ela esta bem, mais tem dias que muda e maltrata a minha filha, ou como outro dia que ela se ofereceu a buscar a minha pequena da creche todos os dias mais ou menos as 17 horas e assim estava sendo, um belo dia ela nao foi buscala e nao avisou nada
    Nos trabalhamos e pensando que ela estava bem com minha mae ...me ligaram da creche as 19:00 e as professoras preocupadas que nao tinha mais nenhuma crianca e ninguem veio pela minha filha...Nao soube o que pensar, ja tinhamos muitos problemas em casa com minha mae mesmo, mais nunca pensei que ela descontaria na crianca, ao voltar em casa e perguntar para ela que aconteceu jogo a culpa no meu marido;
    ele nao fala conmigo, como vou saber que devo busca-la se ele nao pede...so que ate hoje vinha buscando a minha filha todo dia...como ela nao ia saber!!!, e porque armar isso para chamar a nossa atencao ou para prejudicar, mais e so uma crianca e e neta dela nao tem do, nao tem carinho, eu falei para ela mae eu te permito tudo mais a minha filha , hj e isto amanha sera outra coisa e vc so sabe dizer que nao e culpa sua que e culpa dele ou minha!!!
    fora que ela sempre faz chantagem psicologico. Minhas tias irmas dela falavam pra mim que ela estava ficando louca...
    Mas nao e locura e algum disturbio psicologico e pelo que eu vejo nao e de hj e de muitos anos atras...Eu sempre achei ela complicada e me faz sofrer muito,mais ela tambem sofre com isso tal vez... tenho medo de perder o meu marido, e de nao estar educando bem a minha filha pois ela ve que eu nao consigo me comunicar com minha propria mae que exemplo eu dou a ela, se eu converso com minha mae geralmente tudo acaba em briga, o pior e que ela tem uma facilidade para modificar as coisas, os fatos, ao contar as coisas para as outras pessoas ela e habilidosa para ficar como a vitima, e minha cabeca tambem fica confusa. As veces me convence de que eu sou ma. que eu quero mais a minha filha e meu marido do que a ela.
    Que vou pagar por isso...E muito complicado, nao gostaria que ninguem pase por isso, nao e facil. So quem convive com alguem assim para entender.

    ResponderExcluir
  22. bom, eu tenho todas as 5 caracteristicas citadas no comportamento de um psicopata , mas nunca prejudiquei ninguem c minhas "armas" poderosas. tenho uma capacidade incrível p enganar pessoas e acho isso até um dom e me orgulho de ser uma psicopata! apesar disso faço tratamento c psicólogos, psiquiatra... mas sou o q sou e espero não machucar ninguem c essa doença q tenho ....

    bom gostaria de poder tá falando c pessoas q enfrentam o mesmo problema q eu .....

    bjssssssssssssssssssssss!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  23. eu li uma matéria numa revista... fiquei muito assustado... eu pensava que psicopatas eram apenas os assassinos... então percebi que naum, pelo contrario eu convivo com um psicopata a um ano e meio o chamando de melhor amigo... e vi que ele me manipula sem sentir culpa alguma... mente na cara dura e ainda tem o poder de me manipular mesmo eu sabendo que ele sta mentindo... sempre que precisa de mim esta ali, mas quando eu preciso dele nunca pode ajudar e fala coisas que me magoam e depois diz... isso é para o seu próprio bem... afinal ele diz que prefere perder a amizade e falar a verdade a ter que mentir...
    Eu não acho que tenha que mentir, mas amigos ajudam um ao outro mesmo quando fala verdades que podem machucar...
    eu ainda tenho uma duvida...
    psicopatas podem se apaixonar e amar alguem

    ResponderExcluir
  24. Para JENNY.
    Na minha familia tem uma pessoa com diagnostico de psicopata, feito por psiquiatra. Procure um profissional para que te esclareça sobre o problema pois é de dificil diagnostico, não tem cura e dificilmente essas pessoas aceitam que precisam de tratamento.
    A dificuldade em diagnosticar o problema está no fato de que dissimulam e mentem compulsivamente.

    Só para te esclarecer, tu podes e deves julgar tua mãe sim, pelo que ela faz e diz pois psicopatia não é loucura, é um desvio de caráter. A pessoa tem consciencia do que faz e diz. Agem por um impulso "incontrolável", mas que pode sim ser controlado com terapia e medicação, que geralmente não aceitam porque não assumem para ninguem quem são e como são.

    Me desculpe, sei que é duro pois é sua mãe, mas você deve afasta-la do convivio com sua familia pois ela irá destruir a todos, inclusive seu casamento. Que pelo que você comentou, já começou a fazer, jogando a culpa no seu marido por não ter buscado a neta na creche.

    Psicopatas são pessoas controladoras, não sentem afeto por ninguém pois não conseguem sentir amor tampouco compaixão. Eles coisificam as pessoas, praticam violência psicologica e tem explicações recionais para tudo que fazem. Não assumem culpas pois não sentem culpa por nada, e tem muito mais e pior sobre eles. Não demorará e sua mãe começará a roubar dentro de casa, objetos e dinheiro.

    Livre-se dela antes que ela destrua a vida de seu marido, sua e de sua filha. Não esqueça, psicopatas têm consciência do que fazem e não se importam em causar mal a ninguém, pais, irmãos, filhos, netos, seja quem for. Ajude-a, mas fora da sua casa e da vida da sua familia pois psicopatia nada mais é que desvio de caráter. Quando ela começar a dar golpes nos seus vizinhos o que você irá fazer?

    Você tem que pensar em primeiro lugar na sua filha, seu marido e em você mesma. Ela vai controlar sua vida pois não respeitam ninguém e não têm medo de nada, e ao que parece já está fazendo isso e tomando conta da sua casa. Não vai demorar estará dando ordens pois querem ser obededecidos.
    Eles são frios, calculistas e crueis. São extremamente simpáticos com pessoas de fora e têm grande poder de convencimento pois isso faz parte da dissimulação para esconder o caráter. Engolem sapos na rua e descontam na familia.

    Se sua mãe não possui renda propria, aconselho-a a reunir os irmãos e cada um contribuir com o que puder para mente-la fora de suas vidas antes que ela as torne insuportável.
    Psicopatas não são inimputáveis perante a Justiça pois sabem o que fazem, não se deixe enganar, ame a si mesma e aos seus pois seu amor de filha deixará ela destruir a todos. Para ela, você não é filha, é uma coisa que ela pode explorar e torturara com humilhações, desrespeito e agressividade. Na hora em que ela precisar de alguma coisa, ela vai cercá-la e bater na mesma tecla até você ceder e fazer o que ela quer, para tanto ela vai cansá-la falando e andando atrás e se fazendo de coitadinha. Eles não respeitam os direitos dos outros pois julgam que só eles têm direitos. São sempre as vitimas. São extremamente egoistas e individualistas. Não tenha pena pois não merecem.
    Tem limite para ser filha pois o fato de ser sua mãe não pode ser motivo para permitir tudo a ela, e ela vai tentar por aí, no fato de ser sua mãe.Ela não se dá nem ao "trabalho" de dissimular afeto por sua filha, que é neta dela e respeito por seu marido. Já está tirando a máscara dentro de casa. quando isso acontece é porque já estão se sentindo no controle. CUIDADO.

    ResponderExcluir
  25. Para LUCIANO.

    Luciano CAI FORA e para ontem. Psicopatas não sentem afeto por ninguém, se sentem proprietários e querem submissão e obediência.
    Cara, tu já percebeu que o sujeito mente, te engana, te manipula, te usa e te vira às costas e ainda te agrede quando tu precisa dele. Estás dando espaço para ele te controlar e o dia que tu cansar disso e resolver enfrentá-lo
    ele vai fazer mais e pior pois se tornam perigosos quando enfrentados.

    As relações deles evolui para violência pasicológica, calunias e agressões fisicas. São predadores crueis e exigem ser servidos e obedecidos pois consideram o outro como um escravo sem nenhum direito.

    Eles têm uma tendência muito forte para o estelionato e roubam até de criança quando querem alguma coisa, e negam tudo na maior cara de pau. Mentem compulsivamente e não adianta dizer na cara deles que estão metindo pois jamais falam a verdade. São um tipo de gente que não se importam com os sentimentos dos outros, mas exigem que os outros se imortem com ossentimentos deles. Para eles só existe o eu, isto é, eles mesmos.

    Psicopatas não possuem apenas as cinco caracteristicas citadas a cima pelo autor. Essas são apenas algumas pois possuem muitas mais e cada uma pior que a outra. Causam mal a todo mundo de quem se aproximam pois suas intenções são sempre de usar as pessoas em proveito proprio e pouco se importam com ninguém. Quem mais sofre é a familia pois é dentro de casa onde eles descontam as frustrações , com quem têm intimidade, já que fora de casa dissimulam o tempo todo para não serem descobertos ´pois jamais assumem seu caráter, nem por brincadeira.

    Te livra desse cara enquanto tu ainda podes pois quanto mais tempo passar, mais dificil pois não é fácil se livrar de um monstro desses pois isso não é interessante para eles, ainda mais no ponto que chegou, em que ele já está te manipulando e tem consciencia que tu sabes disso e permite isso pois psicopata não é burro nem idiota.

    O que te prende a uma pessoa dessas? Com o que ele já te mostrou, nem seria preciso saber que o cara é psicopata, basta saberes que ele não tem nenhum caráter pois te manipula, menta e te agride verbalmente. Ele já começou o controle e a violência verbal, te prepara para a violência psicológica e física e para te envolver nas falcratuas dele te pedindo socorro pois são covardes e ao primeiro sinal de perigo a tendência deles é fugir para escapar.

    ResponderExcluir
  26. Depois de ir a uma banca de jornais e ler a Superinteressante descobri que meu filho é um psicopata.Ele possue 90% das características. Meu filho é uma pessoa de convivencia complicada, "está sempre com a razão", não sente culpa nem remorso quando comete algum erro apesar de achar que nada é culpa dele e sim dos outros. Ele é uma pessoa extremamente fria, manipuladora, se julga o dono da verdade. Para mim, conviver com ele é muito difícil pois se aproveita da minha fraquesa emocional para se me controlar. Estamos sempre em atrito pois sempre que lhe peço para fazer algo uma briga surge pois ele quer fazer tudo ao seu modo. Tenho que, várias vêzes, esperar ele ir embora da minha casa para colocar as coisas do meu jeito, onde quero. Evito bater de frente com ele, pois cada vez que isso acontece ele fecha a cara, não diz uma palavra dali prá frente e no final sai de cena como se nada tivesse acontecido. Julgo meu filho uma pessoa perigosa ( no sentido de fazer todos mudarem de idéia).Não vejo meu filho ter pena de ninguém e nenhum tipo de sentimento. Decidi daqui prá frente evitar ao máximo uma convivencia mais próxima pois não quero mais ser manipulada, controlada e ninguém decidindo até onde devo colocar meus móveis.

    ResponderExcluir
  27. Ola, convivi muito tempo com alguém que possue as características acima. Gostaria de trocar idéias sobre o assunto e as consequências sobre amigos, familiares, etc. É muito difícil para quem passa por isso. A gente não conseguem entender. meu email é rosemeir@gmail.com
    Grata

    Rose

    ResponderExcluir
  28. Parabéns ao Word Expres.
    UM espaço para se falar sobre psicopatia é bastante pertinente nesta sociedade mundial de supervaloiezação da imagem e do ter em detrimento dos verdadeiros vlores, como respeito, ternura, solidariedade, compaixão,que são realmente importasntes na promoçao da saúde emocional e equilíbrio nas relações. Os valores associados à imagem são ilusórios,são apenas uma fachada e escondem o medo, a tristeza, a insegurança e torna a pessoa mais vulnerável. Para negar essa realidade interior a pessoa projeta uma imagem de independência,coragem e força:busca o poder. O poder insulfla energia à imagem, à máscara e para mantè-la a pessoa vai sufocando os sentimentos e vai se tornando uma pessoa fria, arrogante desenvolve desprezo pelos outros e por fim elege a mentira, a fraude, o ludibriar, o manipular, o comprar o silêncio dos "cordeiros" em prol dos objetivos particulares. Em grau mais exacerbado, até matar, para eleminar quem se atravessa no seu caminho espúrio. Com o embotamento de sentimentos,há uma completa ausência de culpa. Afaste-se do PSICOPATA, deixe-o isolado,se puder.

    ResponderExcluir
  29. GOSTARI DE SABER SE PSICOPATAS SE APAIXONAM POR ALGUEM e de pois ,são capazes de se arrepender , pois se acham fracos ao demostrar sentimentos e por isso , punem seu companheiro e a si mesmos?obrigado

    ResponderExcluir
  30. eles sao capazes de amar sim...mas provavelmente e um amor possessivo e na cabeça da pessoa e altamente normal.
    fora o primeiro item todos se encaixam comigo

    esses aki eu tirei do meu livro

    notavel inteligencia,conduta anti social,irresponsabilidade nas relaçoes interpessoais,comportamento fantastico e pouco recomendavel a bebida.ameaças de suicidio raramente cumpridascapacidade de seguir qualquer plano de vida,manipula os demais e utiliza para satisfazer suas proprias conveniencias,sao incapazes de situar-se no lugar das demais pessoas por isso eles manipulam as pessoas como se fossem objetos satisfazendo seus desejos.

    ResponderExcluir
  31. Acho que alguem de meu convivio diario, tem semelhanca c. todos os itens, e outros mais...
    Acha que posso crer q um dia a psiquiatra dele ira concluir o diagnostico? Ou ira engana-la por mais tempo???
    Devo ter medo dessa pessoa, e como devo trata-la, enfrentando ou fazendo de conta que acredito em tudo que ela me fala, fazendo de conta que nao vejo as evidencias, demontro o medo que sinto por ele, ou o enfrento no momento de agrssoes???????
    Por favor me envie umaresposta que serei grata,
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  32. O maior erro de quem convive com um psicopata é acreditar que esse pode mudar sua natureza, o grande problemas é que este nunca saberá que tem um problema enquanto baterem palmas para ele, convivo com uma pessoa assim, doente, tb acredito nessa cura, porém outras pessoas que não acreditam na hipótese dele fazer algum mal realmente maior o tratam como se ele tivesse sempre certo, msm em situações absurdas, onde ele está errado. É triste, mas não podemos chamar de desvio de personalidade, é uma doença onde a pessoa se acha o dono da situação, o dono de si e dos outros, faz o que quer, passa por cima de quem for, pq o objetivo se torna maior que os objetos, o pior é ver que tem pessoas que não aceitam que isso é um problema, acham que nunca fará mal. Todo psicopata é assassino?? Não, eles são manipuladores as vezes das mentes fracas do grupo, matam de outras formas e assim se saciam, porém têm características e podem sim a qualquer momento agirem mal sem perceber oq está a sua volta, não são assassinos, mas podem se tornar a qq momento, basta que tropecem em algo maior que não os agrada. Todo assassino é psicopata? Não, a psicopatia é uma doença, mas não uma desculpa para matar e morrer, porém grande parte dos assassinos em série tem perfis de um psicopata. Bom essa é minha opinião, de quem já leu muito a respeito e convive com alguém assim, que já não tem mais domínio sobre mim, mas já teve.

    ResponderExcluir
  33. Diz o Dr. Hugo Marietán, psiquiatra argentino com larga experiência com psicopatas, que a única solução no convívio com estas pessoas é o chamado "contato zero", ou seja, não manter qualquer tipo de vínculo com elas, em nenhuma situação.

    No caso do psicopata ser uma pessoa da família ou alguém com quem se tem contato inevitável (tipo um chefe, um colega de trabalho) a coisa fica mais difícil, mas acho que vale a pena tentar "neutralizar" o sujeito da forma que for possível. Não fazer isso é se colocar na "mira" do fulano pra ele continuar exercendo o papel de "predador" (material ou emocional) de quem está ao redor.

    Uma dica de leitura para os "complementares" do psicopata:

    http://www.marietan.com/material_psicopatia/asesoramiento_complementario.htm

    Esse texto e outros do autor me ajudaram muito tempos atrás, pois convivendo com um pessoa que tinha o perfil claramente psicopático (agora tenho clareza disso) muitas vezes me peguei achando que eu é que era o "louca" da situação, que eu estava sendo irredutível, que a pessoa merecia uma segunda chance, essas bobagens... A gente sai do convívio com um sujeito desses totalmente estraçalhada física e mentalmente. E a pessoa sai ótima, sem culpa nenhuma, sem qualquer mal estar.

    ResponderExcluir
  34. Para Bruno ou quem entenda de psicopatia.
    Tenho praticamente certeza q convivo de perto com um. Gostaria de confirmar. E tb de saber o q fazer diante da situação. Alguém pode me ajudar?
    Obrigada!!

    ResponderExcluir
  35. Meu Deus,isso é assustador,e agora fico me perguntando,será que casei com um psicotico,pois não aguentei e anulei meu casamento com apenas 03 meses de casada,quando eramos noivos ele me tratava de uma maneira tão especial,que me sentia a mulher mais desejada do mundo,e depois disso ele mudou radicalmente comigo,me agredindo moral,psicologicamente e até fisicamente,e mesmo assim ele tinha a capacidade de me fazer sentir culpada pelo que eu estava passando,e quando estava perto de meus pais era o homem mais gentil e educado do mundo,não aguentei e pedi ajuda aos meus pais,hoje estou dando entrada no processo de anulação,e mesmo assim ele tenta me conquistar mais quando vê que minha decisão esta tomada ele me agride verbalmente,é muito triste,mais sai a tempo graças a Deus

    ResponderExcluir
  36. Vivi por 26 anos com um psicopata. Sou inteligente, formada em curso superior entre os melhores alunos e mestrado em Oratória. Mesmo assim me deixei enganar por um deles. Eu o amava de paixão. Sabia que mentia, mas não tinha coragem de desdizê-lo. As mentiras eram tão patentes que me sentia envergonhada até de pensar nelas.

    Minha intenção era modificá-lo, torná-lo uma pessoa normal. Acreditava que meu amor, por ser verdadeiro, iria recuperá-lo. Ele gostava de me dar presentes, parecia viver voltado unicamente para mim, os carinhos eram surpreendentes, o sexo inigualável. Além de tudo, era bonito, alto, elegante e limpíssimo. Com todas essas qualidades, foi impossível não me deixar contaminar.

    O problema eram as mentiras e certa violência psicológica esporádica, que atribuía aos ciúmes que sentia de mim. Mesmo tendo lido muita filosofia, grande parte dos escritores da literatura mundial e alguma psicologia, não fui capaz de perceber que ali estava um ser diferente.

    Eram tantas as mentiras que nem sei classificar. Dentre algumas a de ser formado. Depois de anos descobri que havia apenas terminado o ciclo básico, antigo primário. Entre outras coisas, tinha uns acessos de ciúmes e ameaçava terminar o namoro. Eu chorava... Casamo-nos após seis anos de choros e risos. Eu deveria saber que aquilo não era normal.

    O início foi muito bom e fez tudo para me envolver emocionalmente. Eu dependia dele para viver. Entre o início do namoro e o nascimento do primeiro filho - três anos depois do casamento - mudou de emprego algumas vezes. Poucos dias depois do nascimento, perdeu o emprego e nunca mais, em vinte anos, foi capaz de se firmar. Chegava a ficar desempregado por anos. Eu sustentava a família e camuflava certas coisas para que meus pais não soubessem. Sentia imensa vergonha.

    Depois de alguns anos, quando os filhos estavam entre 5 e 7 anos, profissionalmente eu já havia atingido o topo, mas me sentia muito mal. Para provar a mim mesma que ainda tinha alguma capacidade, decidi participar de um evento, que foi o divisor de águas. Ele se fez de doente, tentou impedir de várias maneiras, porém eu estava decidida e fui.

    Deixei os filhos com ele, mais o apoio dos meus pais e dos pais e irmãos dele. Não adiantou. Quando estava longe, ligou ameaçando matar os filhos, matar-me e se matar em seguida. Para encurtar, decidi não abandonar o evento e me separar.

    Na volta, vi como aquele homem estava mal: magro, barba por fazer, literalmente doente. Decidi não abandoná-lo, calcada em princípios religiosos. Grande erro!

    Ficamos juntos por mais horríveis dez anos quando, finalmente, me separai. A partir dali, o inferno intensificou-se. Entrei em franca depressão, tive pânico, mas consegui superar. Ajudou-me o retorno aos estudos e o cuidado com os filhos, coisa que não podia fazer quando estávamos juntos. Ele me acusada de péssima mãe, horrível dona de casa e profissional incompetente. Essas coisas minam a vida. Em suma: eu não servia para nada. E ele se servia de mim! Usava-me conforme convinha.

    Mais dez anos se passaram e estou completamente recuperada. Continuo estudando, o trabalho vai bem e os filhos se formaram. Nenhum deles demonstra a personalidade do pai. Atribuo essa conquista à minha crença e ao fato de pautar-me pela verdade e retidão de comportamento.

    Aviso àqueles que se envolvem com psicopatas: afastem-se aos primeiros sintomas para evitar danos que podem ser irreversíveis. Eles são, de fato, perigosos.

    ResponderExcluir
  37. Namorei durante anos com o amor da minha vida e hj somos casados.O problema é que o a mãe dele é muito ciumenta e nunca aceitou nosso relacionamento.Já me atacou várias vezes a ponto de eu ir parar no psiquiatra quase com síndrome do pânico.Os ataques acontecem em forma de assédio moral violentíssimos a ponto da vítima querer se matar só para não ter de olhar mais para ela.O mais interessante é que a pessoa não ataca só a mim mas como também a qq pessoa que signifique uma ameaça para ela.Comigo está muito intenso pois meu marido não entende a situação.Eu tento me reaproximar dela, tentar ser o mais cordial possível mas não tem jeito...acho que a errada sou por me enganar e achar que é alguém normal pois pelo menos aparenta ser, tem várias amigas e é súper risonha.
    Por vezes tento fugir dos encontros e almoços promovidos por ela mas é incrível como é tão dissimulada, finge que está bem e me trata súper carinhosamente ao telefone, então qdo consegue uma reaproximação minha, ataca novamente com requintes de crueldade e parece arrancar do meu coração a vontade de viver...é um terror...o mais engraçado é que todos para ela são considerados "loucos", consegue caluniar metade das pessoas que estão em volta dela...
    Estou desesperada com a situação...No meu caso, sente um ciúme patológico e guarda profundas mágoas de sua sogra pois a mesma a maltratava e humilhava.Também sofreu maus tratos na infância e por isso vejo que é uma pessoa que precisaria ter tido acompanhamneto clínico a anos...porém é extermamnte fechada a qualquer tipo de conselho, é alcólatra e depois que bebe, é capaz de humilhar suas vítimas cruelmente.com certeza represento algo ruim para ela pois tirei o que ela tinha de mais precioso que era o filho em casa.Agora quem está surtando sou eu.Sempre que nos encontramos em família, ela me agride sorrindo, cínicamnte e o pior é que estou enloquecendo meu marido, exigindo que ele tome uma atitude, mas ele nunca faz nada...é omisso a essa situação toda...
    por favor se alguém puder me ajudar, mandar um comentário...
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  38. PRECISO DE AJUDA - convivo com um psicopata (embora não haja diagnóstico oficial, ele apresenta todas as características) há dez anos e estou me acabando. Infelizmente, sou apaixonada por ele e tento ajudá-lo, mas ele julga não precisar de ajuda. Não temos condições financeiras para arcar com um tratamento - alguém sabe o que fazer nestes casos? Como conseguir tratamento adequado se você não tem como pagar? Será que há atendimento através do SUS? Neste caso, como proceder? Moramos em Teresópolis _ RJ. Eu já li muito sobre o assunto e procuro não me deixar manipular e violentar, mas é quase impossível e estou sentindo que é preciso fazer algo não só por ele, mas também por mim. Aceito todas as dicas. Meu e-mail é nanemc@uol.com.br.

    ResponderExcluir
  39. Olá, percebi que muitas pessoas convivem anos com esses psicopatas. Meu caso não foi diferente. Fiquei casada 23 anos com um psicopata perverso e após 3,5 anos ainda tenho pesadelos com o que vivi e reflexos na minha vida afetiva. Desconfio de todo mundo. O pior é que só soube disso 3 anos antes da separação e porque fiz terapia com uma psicóloga. Até então eu vivia mal por me sentir a "louca". Instintivamente me afastei completamente após a separação, nem ao menos falo com ele, pois ficou tentando me manipular por telefone por um bom tempo ainda. Meu maior medo é que ele manipule minhas filhas, que ainda convivem com ele nos finais de semana. Eles são tudo isso e mais um pouco. E é difícil se livrar deles. Ele espalhou coisas horríveis a meu respeito na pequena cidade onde moramos, e o pior, todos acreditam nele. Estou deixando o tempo passar, mas essas pessoas são o câncer da sociedade. Força a todos que são suas vítimas e vergonha na cara(ainda que inútil dizer isso) para os psicopatas que postaram aqui se vangloriando de suas maldades. Bjs

    ResponderExcluir
  40. Conheci uma pessoa a mais de um ano com a qual me relacionei amorozamente, e há alguns meses me deparei com uma pessoa, fria, calculista, maquiavélica e agressiva.
    Em em nenhum momento ela admiti e demonstra que agi assim, mesmo quando faz algo de muito ruim nem percebe que fez e jura que jamais o faria.
    Como devo fazer para me libertar dessa pessoa, pois não aceita o término, já que não sabe o motivo que me levou a me afastar?

    Wanderleia

    ResponderExcluir
  41. Olá,

    Me apaixonei perdidamnte por uma pessoa que apresenta todas as características acima, principalmente no que diz respeito a mentiras. Chega ao ponto que nem mesmo ele saber o que é real e o que é fantasia. Ele se auto flagela me expulsando de sua vida, mas o pior é que sei que me ama também.
    Será que posso ter esperança em tê-lo algum dia, curado?

    Maria

    ResponderExcluir
  42. Gabriel De Angelis24 de julho de 2007 23:36

    Maria, sai dessa e viva a vida ao vivo e a cores...vc pode é estar muito carente e coloca tudo no relacionamento virtual. um conselho..vá a bares, boates e divirta se.. viva a vida ao vivo. mas apaixonar se por um q nao se sabe? é besteira!

    ResponderExcluir
  43. Que poderei dizer mais acerca de todos estes comentários? Um psicopata deve ser o Ser mais perigoso que existe no Mundo.Conheci um.Estive com ele um ano.Foi a experiência mais aterradora, que tive até hoje...verdadeiramente horrível . Dono de uma mente super-inteligente culta com todas as características descritas acima, e mais algumas extremamente perigosas.Felizmente não sou masoquista e consegui ver-me livre dele a muito custo pois não queria deixar-me por nada desta vida, mas não me deixei comover estava exausta e vazia da minha existência ou era ele ou eu.Já passou mais de um ano e não consigo esquecer esta experiência.Acho que nunca irei esquecer.Ainda vivo em pânico que ele me apareça qualquer dia.

    ResponderExcluir
  44. Alguns dizem que o psicopata não sofre, engano, ele sofre sim, calado, apenas não admite para os outros que gostaria de saber o que é sentimento. Nos sentimos frustrados quando choramos, realmente sabemos nos tornar vitímas, e isso dói, pois gostaria muito de saber o que é amar, quanto ao conhecimento, não somos superficiais, somos extremamente inteligentes, porque os livros nos compreendem, é neles que sentimos paz, nós vemos o mundo com outros olhos, os outros é que não nos entendem. Não pense que é fácil ser assim, gostaria de saber oq ue é sentir.

    ResponderExcluir
  45. eu namorei com um rapaz por 2 anos e 6 meses.. Antes de começar a namorar com ele nós eramos amigos... ele mora no mesmo prédio que eu. Enquanto amigos de vez em quando ele me contava coisas sobre sua ex namorada, eu achava a menina um monstro.. enfim.. comecei a namorar com ele e durante o namoro me surpreendi com seu comportamento.. ele tem todas as caracteristicas de um psicopata. Eu amava demais ele.. fazia tudo que estava ao meu alcance por ele.. eu sabia q ele não estava me fazendo bem mas amava tanto que na minha cabeça eu tinha que ajuda-lo a ser uma pessoa melhor.Mas chegou uma hora que eu não aguentei mais.. e meu amor por ele se desgastou de uma forma impressionante, foram tantas turbulencias, tanta coisa que tive que passar que meu amor acabou. Esses últimos 6meses eu ja vinha tentando acabar mas ele não aceitava, e eu acaba voltando de novo.. e mais uma vez.. ele chora, espernia, quer me obrigar a voltar o namoro.. eu digo mil vezes que não quero mais,q n da mais certo, q n o amo mais, e ele continua insistindo.Faz chantagens.. É impossivel relatar aqui tudo que eu passei e continuo passando.. pois como ele mora no msm predio que eu ele controla minha vida.. me espera qnd chego da faculdade, do trabalho.. é um inferno! Mas pretendo continuar firme e forte na minha decisão e não voltar mais o namoro. A mãe dele está do meu lado tb.. nem eu nem ela sabemos mais o que fazer.. Então eu rezo.. não posso fazer nda a n ser rezar. Ele me culpa por que não quero mais voltar com ele.. diz que eu vou acabar com a vida dele... etc..
    Pois é.. o conselho que eu dou e que aprendi p/resto da minha vida tb é que nunca se envolva com pessoas que possui esse tipo de comportamento.. corte logo do começo qnd estiver percebendo antes que vc tenha que passar por todo esse sofrimento .. que não é mole!

    ResponderExcluir
  46. Luciana Says:

    Setembro 8th, 2007 at 5:50 pm
    "Alguns dizem que o psicopata não sofre, engano, ele sofre sim, calado, apenas não admite para os outros que gostaria de saber o que é sentimento. Nos sentimos frustrados quando choramos, realmente sabemos nos tornar vitímas, e isso dói, pois gostaria muito de saber o que é amar, quanto ao conhecimento, não somos superficiais, somos extremamente inteligentes, porque os livros nos compreendem, é neles que sentimos paz, nós vemos o mundo com outros olhos, os outros é que não nos entendem. Não pense que é fácil ser assim, gostaria de saber oq ue é sentir."



    Concordo plenamente com isso. O momento em que então a pessoa se vê encurralada, é terrível. Li muitos depoimentos sobre pais, ou filhos ou conhecidos. Todos com uma coisa em comum, exclua este psicopata da sua vida.
    Alguns sabem da sua capacidade de dissimular e fazem isto uito bem com um psiquiatra, até porque se este ja procurou ler alguma coisa sobre o seu disturbio, prefere até ter outro diagnostico, com tratamento medicamentoso.

    Agora imaginem como se sente uma pessoa que tem consciencia do que faz, mas dificilmente controla seus impulsos:
    - Como esta pessoa poderá trabalhar, e ser produtivo;
    - Mesmo sendo dissimuladas, em quem estas pessoas encontraram apoio (amigos);
    - tendo consciencia dos males que pode causar, como estas pessoas constituir família;
    -Agora tem uma dor que é a maior de todas, a de querer ser normal. E saber como as pessoas "normais" se sentem em relação aos portadores deste disturbio.

    O que faer com os portadores deste disturbio? deixá-lo ir preso? abandonar-te ao relento? confna-lo de todo relacionamento interpessoal?

    ResponderExcluir
  47. tudo vai do ponto de vista, do caráter e da situação, existem algumas mentiras sadias... ou seja, sem prejudicar ao próximo, para o próprio benefício?? talvez,nem sempre
    mas alguma vez ja se perguntaram, se essa pessoa teve problemas no passado, tanto com família, conjuge, interpessoal?? ou simplesmente vão julgando a pessoa como louca, ou psicopata, o mundo é belo para uns, horrível para outros, e para alguns, é simplesmente o que acontece no dia-dia.

    qualquer dúvida, ou simplesmente para conversar, e trocar idéias, conhecimentos, estou aberto à discussões sobre o assunto...

    bil_crazy@hotmail.com

    abraço

    ResponderExcluir
  48. As atitudes do psicopata vão além de problemas do dia-a-dia, são cansativos, chatos, arrogantes, intolerantes, manipulativos, mentem, enganam e traem o tempo todo, gostam de criar a situção de caos no ambiente, para depois aparecerem com a solução como se fossem heróis da situação criada por eles mesmos, para serem seguidos como líderes ou ganhar a confiança de alguém, e até mesmo, tomar o poder e controle da situação.
    Nas empresas isso é visto claramente, principalmente quando estão concorrendo a uma vaga de liderança na equipe, porém quando no poder se percebe claramente a falta de respeito com a própria equipe, dilui as suas atividades entre os subordinados, e passa a frequentar reuniões ou cria situações externas, para não fazer as suas atividades que muito provavelmente um membro da equipe está fazendo, gosta de trazer trabalho para equipe e os força através de jogos psicológicos do tipo "Porque eu estou mandando e não discuta", para parecer que ele resolve os problemas da empresa assumindo os problemas de outro setor e na verdade repassando para a sua equipe. Isso causa o desgaste da equipe e muito provavelmente os membros começam a mudar de setor ou até mesmo de empresa, o que é pior porque quem acaba perdendo é a própria empresa que na maioria das vezes perdem bons funcionários.
    Nas favelas vão desde pedinte de esmolas até traficantes, os pedintes se recusam a participar de programas de recuperação social mantida pelo governo, porque sabem que a sociedade cai nos seus argumentos tristes de estarem famintos e necessitados e lhe dão esmolas nos sinaleiros, nas esquinas e afins, os traficantes fazem dos usuários suas vítimas no começo agradam o usuário com pequenas doses "gratuítas" até que fiquem totalmente dependentes aí começam a cobrar até que o usuário começa a roubar e trabalhar para o traficante até que ele não possa pagar mais aí então ele o mata.
    Na família usam a situação de pai, mãe, irmão, filhos e até netos como forma de poder anti-castigo, vão até o limite de serem pegos, choram, gritam, se fazem de vítimas, quando percebem que estão sendo monitorados pela família, ou próximos de serem pegos, agem de acordo com o poder que tem, se pai, ou mãe costumam pegar os parentes em alguma atitude incorreta momentânea ou até criam a situação para desviar o foco da atenção, se são filhos ou esposas e maridos, criam a situação de vítimas chegam a se cortar ou se baterem para ficarem marcados, assim a família fica com pena e acaba esquecendo de colocar limites, quando crianças, choram e gritam o tempo todo, e jogam a culpas nos coleguinhas facilmente sem o menor sentimento de culpa.
    As experiências que tive com pessoas dessa personalidade, descobri que não devemos temer aos seus argumentos, devemos sim é nos proteger e colocar limites a eles de forma dura mas sem usar das mesmas armas, claro dependendo do nível da psicopatia nos casos daqueles que matam, roubam ou tentam destruir a família devemos procurar a polícia para resolver essas questões, mas deixá-los no poder é pedir para sofrer o resto da vida.
    A psicologia como um todo concorda que eles não respondem a nenhum tipo de forma de limite, mas não por isso devemos deixar de colocá-los em prática pois em alguns casos principalmente na infância tem obtidos bons resultados.
    Em minhas experiências indentifiquei que geralmente os psicopatas adultos tiveram uma infância de muita liberdade, ou por negligência dos pais ou mesmo por falta deles.
    São obsecados por poder, quando colocados no poder e cobrado nas suas responsabilidades, tendem a desistir dos mesmos.
    Outro cuidado que devemos ter ou melhor até como obrigação é com nossas atitudes e comportamentos morais, estamos sempre sendo observados por eles, porque em algum deslize, eles usam para nos corromper ou para nos ferir.

    Estou aberto para discussões ccharleaux@hotmail.com

    ResponderExcluir
  49. Estive lendo os depoimentos aqui publicados e senti-me mal. Faço terapia a anos e muita coisa mudou na minha vida. Para melhor. Mas, o fato é que demora muito tempo para uma pessoa recuperar-se dos estragos causados por um psicopata. Às vezes, nunca se recupera.

    Um aviso: a terapia contribui na prevenção de uma recaída. Ou seja, ajuda a vítima a tornar-se capaz de se proteger desses doentes (o CID 10 descreve a psicopatia em suas várias apresentações; então, é realmente uma doença).

    Se você convive com um psicopata, afaste-se sem pena, nem dó, porque ele ou ela não sente um pingo disso por você. Parentes, amigos, colegas de trabalho, em quaisquer desses grupos pode haver um psicopata, espreitando aquelas personalidades mais vulneráveis, fáceis de serem exploradas e solitárias.

    Por isso, TENHA AMIGOS DE VERDADE! Eles o protegerão! E o psicopata sabe disso!

    ResponderExcluir
  50. Qualquer psicopata seria suficientemente esperto para não admitir que o é. São pessoas discretas, no máximo gozariam com o que é dito acima. Por isso, essas pessoas que dizem que têm os 5 traços e se orgulham disso, têm é algum outro tipo de disturbio mental, que no meu ponto de vista será, frustração. Ser mau não é motivo de orgulho para ninguém. Ser mau é uma caracteristica dos seres irracionais. Sendo irracionais, são isentos de culpa. Nos tribunais, por exemplo, não são julgadas pessoas com doenças do foro psicológico, devido a não possuirem as suas capacidades cognitivas. São pessoas doentes.
    Agora isso de querer ser mau, é apenas uma frustração. Ninguém é mau porque quer. Apenas o é! Evitem-se do ridiculo, por favor!

    ResponderExcluir
  51. Sou psicopata e não me orgulho nada disso,sofro pelo mal e pelo mau que faço às pessoas,estou em tratamento psiquiatrico,mas efeito que é bom,nada! Pior são as crises de esquecimento onde perco tudo que tenho,não sei onde deixei e o pior és perder o que é dos outros e perder ou outros da minha vida!
    Nas crises,procuro magoar e afasto as pessoas que quero bem!

    ResponderExcluir
  52. Bem, não sei com começar mas nossa que muito bem o que é conviver com uma pessoa que não aceita a opinião dos outros e se acha todo o tempo certa, sempre pedindo para a outra pessoa se analizar e tudo só acontece por a pessoa provoca, resumindo numca assume os erros, aliáis ela esta sempre correta, mas se erra a culpa não é sua sempre erra em razão da outra pessoa ter provocado, nossa vivo isso a 19 anos, e o pior não sei quando vai acabar, sempre faLo, converso e pronto melhora naquela hora mais depois esta de volta o PSICOPATA, isso é um inverno ninguem merece.
    Seria bom se que um pessoa dessa se relaciona-se somente com PSICOPATAS como ela que assim estaria em harmonia total, ou seria um absurdo, um caos sei lá.

    ResponderExcluir
  53. Fantasma que anda21 de abril de 2008 18:41

    O casal Alex Nardoni e Anna Carolina Jatobá é psicopata?

    ResponderExcluir
  54. Minha filha de 12 anos é exatamente assim como vocês descrevem. Está em tratamento, mas é muito sofrido ver alguém a quem amamos sofrer também com uma doença tão cruel.
    Também recebo ajuda para lidar com ela sem perder o amor e a firmeza ao mesmo tempo, pois não pretendo desanimar. Todos os dias é um recomeço exaustivo...

    ResponderExcluir
  55. oi. tenho 15 anos. faço aula de desnho, toco piano (1º ano), e estudo na escola, meu passatempo é estudar sobre engenharia e sobre insetos. o meu maior desejo é viver sozinho, sem meus pais por perto, sem ninguem que me atrapalhe a estudar. nao gosto de barulho, de gente que fala de mais, burra, alegre, animada, e atoa. há, tambem jogo basquete (treino). só saio de casa para ir a escola e jogar basquete. nao gosto de ficar conversando sobre coisas inuteis como falar da vida, de sonhos, de televisao... como disse tenho apenas quinze anos e nao posso dizer isso para as pessoas a minha volta se nao serei obrigado a responder (pais). por enquanto eu finjo, estou esperando o dia que eu fizer 18 anos. por favor alguem me ajude...

    ResponderExcluir
  56. rsrsrssr...Jesus!!...estou passando p/ mesmo problema da maioria dos depoimentos...sou apaixonado p/ uma mulher casada que tem os simtomas da psicopatia..e o q é pior...vc acaba p/ achar q é vc quem é psicopata...tal é o estrago emocional a que é submetido...chego a ter pena do marido dela...agora entendo p/ q ela fala tão mal dele...e..absurdo dos absurdos...pode ser q os 2 sejam psicopatas..é tão assustador o quadro que quero deixarmeu tel. de contato p/pessoas q desejem conversar s/ 0o assunto...cel..9219-4746...obrigado...

    ResponderExcluir
  57. EXISTE ATÉ UMA LETRA DE MÚSICA QUE DIZ...¨ESSA VIDA ME MALTRATA...ESTOU VIRANDO UM PSICOPATA ¨....

    ResponderExcluir
  58. A psicopatia existe em vários graus. Desde a mais leve psicopatia até a mais severa. Sugiro a leitura do livro de Jonathan Kellerman, pela editora Rocco, com o título Crianças Selvagens. Kellerman é um psicólogo americano com larga experiência na área, professor, e fundador de um hospital na Califónia. O que ele mostra nesse livro é algo que nós brasileiros temos de aprender: deixar de romantizar tudo e abandonar a postura de masoquistas e vítimas impotentes que sempre estão ao sabor do que nos chega. Sem querer entender que somos os responsáveis por nossas vidas. E devemos assumir essa responsabilidade. Construindo com atitudes positivas e sadias o nosso viver.
    O autor também diz que a psicopatia é uma associação de violência que se recebeu na infância com déficits cerebrais.
    Muito interessante a leitura desse livro.

    ResponderExcluir
  59. Uma correção, o nome do livro que citei na verdade é Filhos Selvagens, e não Crianças Selvagens, como postei anteriormente.

    ResponderExcluir
  60. Himuatachihalorimulika11 de setembro de 2008 02:21

    Bem eu não sei se o sou, mas aqui esta a minha situação, sou hiperativo(diagnosticado), mas sinto qque não sei, sinto-me bem com o sofrimento dos outros, e depois não consigo manter um relacionamento com ninguem mais do que 2 semanas, amoroso, porque contentome a acabar com essa pessoa, choro ironicamente com os meus pais para eles pensarem que estou arrenpendido, não sei o que se passa comigo, vejo o mundo de outra forma que normalmente as pessoas não vêem porque este mundo e uma verdadeira m...................
    Ainda estou a estudar passei agora para o meu oitavo anos aqui em portugal e nas aulas tenho testes d 0 a 100 por cento tenho por exemplo 78 a 85 sem pegar num livro e o meus cadernos sao miseraveis contêem apenas desenhos, mudo constantemente de pensamento ou de estado de humor ! Bem aqui têem mas axo que isto e so uma fase da minha vida que seja apenas passagante mas se isto n mudar? o que faço»»«?????????''

    ResponderExcluir
  61. vc conhece alguem assim

    ResponderExcluir
  62. SIM!!!!!!!
    VIVO COM UMA PESSOA QUE MENTE EM TUDO,PRA TUDO E PRA TODOS,SÓ PENSA NO SEU BEM ESTAR,PASSA POR CIMA DE TUDO E DE TODOS,MAGOANDO ,FERINDO,NÃO IMPORTANDO A QUEM.
    SÓ COMECEI A ASSOCIAR ESSAS REAÇÕES A PSICOPATAS,DEPOIS DE UM ARTIGO NA TV,POIS ATE ENTÃO,ACHAVA QUE SOMENTE OS ASSASSINOS PODERIAM GANHAR ESSA DENOMINAÇÃO.

    ResponderExcluir
  63. Puxa, estou impressionada com os depoimentos! Estive apaixonada por homem que parecia ser perfeito, até o momento em que decidi, e o comuniquei, que não queria continuar nosso relacionamento daquele modo, ditado por ele. Colocar as minhas vontades foi o suficiente para ele mostrar sua real faceta, e assim percebi que fui manipulada para seu bel-prazer; aquele homem nunca havia me amado de verdade. Minha atitude foi consequência, inconsciente, do trabalho terapêutico que venho fazendo há três anos; e foi assim que pude reagir a quem me mantia aprisionada, e entender que aquele modo tão diferente de ver o mundo era apenas uma doença. Estou me afastando dele, tentando transformar meu sentimento por ele, e foi muito útil saber dessas características que tantas pessoas apresentam, mas que são tão difíceis de percebermos enquanto um distúrbio da personalidade.

    ResponderExcluir
  64. psico-pata de cavalo3 de agosto de 2009 21:48

    nós psico-pata temos sentimentos, apenas não demonstramos por que sentimos vergonha, por isso matamos e botamos a culpa no cachorro, ou no clima desfavorável. somos meio joselito sem noção, mas de louco e frouxo todo mundo tem um pouco rouxo. hehe
    "Himuatachihalorimulika", procure um medico. a uns 3 meses procurei um psiquiatra e ele me receitou uns cogumelos azuis. é tiro e queda.

    ResponderExcluir